Fez água a caixa de Yolanda

Abriram a caixa enterrada com homenagens à miss Universo Yolanda Pereira, em 1931.

Dezenas de pessoas se aglomeraram para assistir à abertura de caixa, segundo a prefeitura, “com olhares apreensivos e curiosos”.

Estava cheia de água da chuva infiltrada.

Mergulhados nela, pedaços de jornais antigos sobre a conquista de Yolanda, como já se sabia, pelos registros encontrados por um pesquisador.

“Estamos todos emocionados com esse feito inusitado. A caixa confirma que somos uma cidade cheia de mistérios, histórias, cultura e patrimônio. Ela deveria ter sido aberta em 1980 (50 anos após o título de Miss Universo de Yolanda), estamos em 2019, mas nunca é tarde para revelar um segredo (sic)”, disse a prefeita Paula.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.