Próxima cápsula do tempo poderia homenagear a Miss Gay pelotense

No final da cerimônia de abertura da caixa enterrada há 88 anos em homenagem à miss Universo de 1930, pelotense Yolanda Pereira, a prefeita lançou a proposta de que seja construída uma nova cápsula, com um “retrato da Pelotas de hoje”, para “mandar um recado aos pelotenses do futuro”, a ser aberta em 50 anos: 2069.

“Faremos uma consulta à comunidade sobre o que caracteriza a Pelotas de 2019, para decidir o que devemos colocar dentro da nossa caixa. Em julho, na semana do aniversário do município, vamos revelar. Será uma brincadeira, mas também um jeito de entrar no jogo da cultura, da história, e registrar as transformações que ocorrem com o passar do tempo”, disse a prefeita Paula.

Uma sugestão do Amigos: que esperem o resultado do Miss Brasil Gay, título ao qual concorre Camilla Duarte. Se ela vencer o concurso, marcado para julho, podiam colocar notícias de jornal sobre a vitória de Camilla, embora ela já mereça a homenagem pelo Miss RS.

Seriam duas homenagens históricas à beleza feminina.

Pelotenses do futuro vão amar ver que Pelotas valorizava a diversidade em 2019.

Camilla, Miss pelotense Gay, merece a homenagem, que seria uma sequência à homenagem feita à Yolanda Pereira, outra Miss.

Fez água a caixa de Yolanda

A cápsula Yolanda Pereira do Nosso Orgulho

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.