Bolsonaro sobre “carta apavorante”: ‘Eu apenas passei pra meia dúzia de pessoas’

Questionado neste sábado sobre o que quis dizer com a distribuição, em grupos de WhatsApp, do texto sobre as dificuldades de governar, Jair Bolsonaro respondeu:

“O texto? Pergunta para o autor. Eu apenas passei para meia dúzia de pessoas”, disse na porta do Palácio da Alvorada.

Cmt da redação

Presidente não pode compartilhar texto “apavorante” como ele fez, em grupos de WhatsApp, porque o risco de vazar é grande.

Ao fazê-lo, é evidente ele não se preocupou que circulasse. Provavelmente desejou que assim fosse.

Na melhor hipótese, de não querer que o texto vazasse, Bolsonaro descobriu que não pode confiar nem em meia dúzia de colaboradores.

O presidente vive um momento difícil, encurralado por uma relação desgastada com o Congresso, suspeitas de corrupção envolvendo um de seus filhos, Flávio, confusão administrativa, falhas de comunicação e manifestações populares contra seu governo.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.