Connect with us

Brasil & Mundo

Governador Leite defende, em SP, manutenção de Estados e municípios na Reforma da Previdência

Published

on

Em entrevista coletiva à imprensa na tarde desta segunda-feira (3/6), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, o governador Eduardo Leite, ao lado dos governadores de São Paulo, João Doria, e de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, defendeu a permanência de Estados e municípios na Reforma da Previdência. No entendimento, não há motivos para que Estados e municípios elaborem suas próprias reformas. Os três encaram a nova previdência integral como a melhor opção para os brasileiros.

Questionado por jornalistas a respeito de um plano B, o governador Leite afirmou que não pretende partir para um plano B antes de esgotar as possibilidades de fazer o plano A dar certo. “Nós, governadores do PSDB, estamos mobilizados pela Reforma da Previdência e pelo Brasil”, resumiu.

Para Leite, separar Estados e municípios da Reforma da Previdência proposta pelo governo federal pode significar que alguns Estados acabem tendo de pagar as contas de outras unidades da federação que não se mobilizarem individualmente. “A União é a soma das partes. Se uma parte não estiver saudável, vai contaminar o todo, e todos serão chamados a socorrer aquele que não tiver feito a reforma. Por isso, é importante que a reforma tenha impacto também nos Estados e nos municípios para podermos deixar claro que esse país tem futuro”, argumentou.

Os governadores Reinaldo Azambuja e João Doria compartilham da opinião. Anfitrião da coletiva, Doria foi categórico ao se manifestar. “Não há o menor cabimento em destacar Estados e municípios da Reforma da Previdência. É nossa opinião uníssona”, concluiu.

Na visão de Leite, a aprovação de uma reforma previdenciária daria a investidores estrangeiros a certeza de que o Brasil não vai quebrar, estimulando investimentos que gerarão empregos, renda e vantagens para a população.

Leite coletiva SP3

Para o governador, o RS não teria medo de realizar as mudanças necessárias, como uma eventual reforma previdenciária estadual. No entanto, argumenta que, se usar o capital político para promover essa reforma, que poderia ser feita em nível nacional, deixaria de utilizá-lo em prol de outras mudanças, também necessárias. “O povo gaúcho paga a conta com falta de investimentos em infraestrutura, saúde e educação. Metade do valor dos impostos é drenado por um sistema previdenciário que tem um déficit anual de R$ 12 bilhões”, explicou.

O governador relembrou que, nestes cinco primeiros meses, aprovou, na Assembleia Legislativa, o fim da licença-prêmio, da contagem do tempo ficto para servidores e da obrigatoriedade de plebiscito para venda de estatais, o que mostra que o Estado vem fazendo o dever de casa no que diz respeito a equilibrar as contas.

Além dos governadores, participaram da coletiva o líder de bancada do PSDB, deputado federal Carlos Sampaio, e o relator do projeto de lei da reforma na Câmara dos Deputados, Samuel Moreira, do mesmo partido. Ambos encabeçam as articulações da bancada tucana para que o regime previdenciário de servidores estaduais e municipais não seja retirado do texto proposto pelo governo federal.

Continue Reading
Click to comment

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Brasil & Mundo

Justiça do Rio manda Eduardo Leite excluir vídeo que cita Chico Buarque

Published

on

Do Conjur: Como o cantor Chico Buarque não autorizou que o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), publicasse imagens do artista em redes sociais, o 6º Juizado Especial Cível do Rio de Janeiro reconsiderou decisão anterior e concedeu liminar para ordenar que o político retire o material de suas páginas.

Chico Buarque

Em 13 de setembro, o juiz Fernando Rocha Lovisi negou a liminar por entender que não estavam presentes os pressupostos legais e por ser necessário ouvir as partes. Porém, o juiz revogou essa decisão e concedeu a liminar neste domingo (19/9), impondo multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

“Realmente, equivocada foi a decisão de folhas 28. Melhor examinando os autos, a utilização da imagem e nome do autor [Chico Buarque], vinculados e em benefício do primeiro réu [Eduardo Leite], nas redes sociais, está comprovada. Tal utilização não é da vontade do autor, conforme explicado na petição inicial e no pedido de reconsideração. Assim, a permanência da publicidade indevida será de difícil reparação para a imagem e nome do autor”, avaliou Lovisi.

No vídeo publicado em suas redes sociais em 7 de setembro, Eduardo Leite — que tenta ser o candidato do PSDB a presidente em 2022 — prega o fim das polarizações políticas. O governador diz que o verde e o amarelo da bandeira não são do presidente Jair Bolsonaro ou do ex-presidente Lula, mas dos brasileiros.

Leite diz que é preciso respeitar as diferenças e conversar, sem conflitos, com os que pensam de forma distinta. “Basta ver em Chico Buarque e Sérgio Reis duas belezas musicais, e não só duas escolhas políticas. Basta lembrar que nós, assim como eles, somos todos brasileiros”, aponta Leite no vídeo.

Chico Buarque é apoiador do PT, próximo de Lula. Por sua vez, o cantor sertanejo Sérgio Reis é bolsonarista. Recentemente, foi alvo de busca e apreensão ordenada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes devido a sua participação na divulgação de pautas antidemocráticas relacionadas aos atos de 7 de setembro.

Processo 0203211-23.2021.8.19.0001

Continue Reading

Brasil & Mundo

Bolsonaro e comitiva comem pizza na rua em Nova York

Published

on

Proibido de entrar em restaurantes em Nova York, por não estar vacinado contra a covid-19, o presidente Jair Bolsonaro comeu pizza na rua, juntamente com a comitiva brasileira, neste domingo, 19.

Ao lado dele, o ministro do Turismo, Gilson Machado, aparece com a cueca por cima da camisa.

JB participará da 76ª Assembleia Geral das Nações Unidas. Tradicionalmente, cabe ao presidente do Brasil abrir a lista de oradores da conferência.

Ministro do Turismo com a cueca por cima da camisa

Continue Reading

Brasil & Mundo

Prévias tucanas: Yeda Crusius rejeita Leite e declara apoio a Doria

Published

on

A ex-governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, atual presidente nacional do PSDB Mulher, definiu seu candidato nas prévias tucanas para definição do candidato a presidente da República pelo partido.

Ela recusou apoio a Eduardo Leite, governador do RS.

Preferiu João Doria, governador de SP, a quem declarou voto.

As prévias tucanas durarão dois meses. Começam nesta segunda-feira, 20.

Campanha de Doria comemora apoio de Yeda

Continue Reading

Trending

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.