Connect with us

Pelotas & RS

Auditores federais concluem que prefeitura falhou no caso dos exames de pré-câncer

Published

on

Um relatório do Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde, o SUS (Denasus), concluiu que a prefeitura de Pelotas cometeu infrações legais, de 2014 a 2017, no tocante à fiscalização dos exames exames citopatológicos, incluindo o Papanicolau (colo de útero), motivo de denúncia em 2018 na imprensa, quando apareceram mulheres se queixando de que, apesar de exames negativos para câncer, estavam doentes. O período analisado no relatório vai do governo Leite até o primeiro ano do governo Paula.

Segundo o Denasus, a prefeitura não comprovou a realização de avaliação anual para monitorar a qualidade do trabalho prestado pelo Laboratório Especializado de Ginecologia (SEG), contratado da prefeitura para fazer exames pedidos pelo Sistema Municipal de Saúde.

Faltou fiscalização da prefeitura

A Secretaria de Saúde de Pelotas não apresentou Declaração de Compromisso ou Documento para comprovar a avaliação anual, descumprindo a Portaria 3.388, de dezembro de 2013 e o processo de Qualificação Nacional de Citopatologia (Qualicito), implantado pelo governo federal para promover a melhoria contínua da Qualidade dos Exames.

Sumiram lâminas

Na auditoria, o Denasus identificou que 14 lâminas de 2017 não foram encontradas para reanálise. O mesmo se deu em 2018, com duas lâminas.

Descaso com índices

O número de exames positivos ficou abaixo dos índices da Qualicito, que são de 3% a 10%. O índice pelotense de positividade nos exames foi de 0,89%, o que deveria automaticamente levantar suspeita sobre os exames.

Contratos sem prorrogações comprovadas

O Denasus identificou também que a prefeitura não apresentou justificativas formais para prorrogações de vigência do contrato com o laboratório SEG. Os auditores apontam que, em agosto de 2000, após instituída a municipalização da saúde de Pelotas, a Secretaria de Saúde firmou contrato com o a laboratório pelo prazo de 120 dias. O que era para durar de quatro meses, misteriosamente virou 18 anos. Não houve prorrogação formal. Não houve novos contratos, nem revisões; o laboratório foi mantido informalmente por quase 20 anos.

Sindicância e perícias seguem sem conclusão definitiva no caso dos exames de Papanicolau

Continue Reading
Click to comment

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Pandemia

Happy Hour da Vacinação – Auditório Colégio Pelotense, das 17h às 21h

Published

on

Para acelerar o processo de imunização, a Prefeitura realiza nesta quinta-feira (23), mais uma edição do Happy Hour da Vacinação, desta vez para aplicação de segunda dose em pessoas acima dos 18 anos que receberam a primeira dose da Coronavac, dia 25 de agosto, data do primeiro evento, e também aquelas que receberam a vacina do mesmo laboratório em outras datas e estão com a segunda dose em atraso.

A vacina será aplicada no auditório do Colégio Pelotense, com entrada pela avenida Bento Gonçalves, no Centro, e ocorre das 17h às 21h. Enquanto a população recebe a proteção, serão realizadas apresentações de música ao vivo. 

A secretária de Saúde, Roberta Paganini, explica a importância deste público comparecer à ação, para completar o esquema vacinal. “Vacinar-se com todas as doses necessárias é um ato de cuidado consigo mesmo e com o próximo”, reforçou a titular da Saúde.

Veja as informações:

Happy Hour da Vacinação – Auditório Colégio Pelotense , das 17h às 21h

– Quinta-feira (23) – 2ª dose para pessoas com 18 anos ou mais 

Não esqueça os documentos

Para completar a proteção, é preciso portar carteira de identidade e comprovante de vacinação para comprovar a primeira dose.

Para agilizar o processo de imunização, a Prefeitura disponibiliza no site do coronavírus, o comprovante de vacinação. O público pode levar o documento impresso, com as informações pessoais preenchidas. No entanto, é importante esclarecer que levar o comprovante preenchido não é uma obrigação, mas uma maneira de facilitar o trabalho e diminuir o tempo de espera durante o processo.

A SMS alerta

A Secretaria Municipal de Saúde informa que é preciso aguardar o intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 e qualquer outra do esquema vacinal, incluindo a que protege da gripe, para garantir a imunização correta.

Além disso, as pessoas que apresentarem sintomas gripais não devem comparecer na data marcada. O mesmo vale para quem tiver positivado para o coronavírus. É preciso aguardar 30 dias do início dos sintomas para receber a aplicação.

Continue Reading

Pelotas & RS

Ficou bom o conjuntinho

Published

on

Governador Eduardo Leite, neste 20 de Setembro, usou um conjuntinho azul com lenço branco.

Casaquinho à moda toureiro, bem curto.

Continue Reading

Pandemia

Prefeitura autoriza presença de público em estádios

Published

on

Liberação de torcedores nos jogos terá como exigência o passaporte vacinal, além de cumprimento rigoroso de protocolos sanitários previstos nos decretos municipais e estaduais

Prefeitura de Pelotas publicou, nesta sexta-feira (17), o Decreto nº 6.467/2021 que autoriza a presença de torcedores nos estádios de futebol. Para isso serão exigidos a apresentação da carteira de vacinação e o cumprimento dos protocolos de segurança. A lotação seguirá o recomendado pelo Sistema 3As do governo do Estado, que prevê 40% da capacidade da estrutura sem ultrapassar o número de 2.500 pessoas.

Em reunião realizada na manhã desta sexta-feira, com dirigentes do Grêmio Esportivo Brasil, a prefeita Paula Mascarenhas anunciou a publicação do Decreto que libera o público já para o jogo da próxima terça-feira (21) em Pelotas, mediante a apresentação do passaporte vacinal (carteira ou comprovante de vacinação), além do controle rígido dos protocolos de segurança especificados no regramento.”O Brasil se comprometeu em cuidar muito disso, estimular os torcedores para que sigam as determinações, justamente pra gente dar exemplo para o país de organização”, disse Paula.

Conforme os dirigentes do Clube, diferentes medidas de proteção já vinham sendo planejadas, como a divisão das arquibancadas em quatro setores isolados, com acesso por portões específicos e controle do número de pessoas por espaços.

“Já tivemos reunião com a Brigada Militar e fizemos os encaminhamentos referentes a estas divisões, para que não tenhamos nenhuma aglomeração e, com isso, queremos realmente ser referência nacional em termos protocolares”, detalhou Carlos Moncks, vice-presidente administrativo do Brasil, reforçando que atualmente já é utilizada a verificação por meio do sistema Conecte Sus para confirmação de que os profissionais e demais convidados, que têm acessado o estádio Bento Freitas, estão vacinados contra a Covid-19, e para a verificação da carteira de vacinação.

Detalhamento do Decreto nº 6.467/2021

Conforme as novas determinações, ficam autorizadas as seguintes atividades:

– Competições esportivas em estádios e locais abertos – com público necessariamente sentado, distanciamento de um metro entre pessoas ou grupos coabitantes com limitação de 40% das cadeiras até o máximo de 2.500 pessoas por estádio. Além da apresentação obrigatória do comprovante ou carteira de vacinação para maiores de 17 anos e da observação integral dos protocolos obrigatórios e variáveis para atividade definidos pelo Sistema 3As do governo do Estado.

– Feiras, exposições e seminários – mediante a solicitação prévia ao Município para realização de eventos com público superior a 400 pessoas, acompanhada de projeto e protocolos de prevenção de acordo com a portaria SES/RS nº 391/2021.

– Teatros e equipamentos culturais – com público exclusivamente sentado e ocupação intercalada entre cadeiras e limite de 40% das cadeiras. Solicitação prévia ao Município para realização de eventos com público superior a 400 pessoas, acompanhada de projeto e protocolos de prevenção de acordo com a portaria SES/RS nº 391/2021, além da observação integral dos protocolos obrigatórios e variáveis para atividade definidos pelo Sistema 3As do governo do Estado, inclusive no que se refere ao consumo de alimentos e bebidas

O decreto também autoriza a utilização dos vestiários nas academias, centros de treinamentos, ginásios, clubes esportivos e similares, desde que mantido o distanciamento interpessoal de dois metros e a higienização constante do local.

Continue Reading

Trending

Copyright © 2017 Zox News Theme. Theme by MVP Themes, powered by WordPress.