Um esquecimento e tanto

Talvez não te interesse, mas me acompanha…

Auditores federais identificaram que a prefeitura não apresentou justificativas formais para prorrogações da vigência do contrato com o laboratório SEG, que fazia os exames de Papanicolau.

Os auditores apontam que, em agosto de 2000, após instituída a municipalização da saúde de Pelotas, a Secretaria de Saúde firmou contrato com o a laboratório pelo prazo de 120 dias.

E que o que era para durar quatro meses, misteriosamente virou 18 anos.

Não houve prorrogação formal. Não houve novos contratos, nem revisões; o laboratório foi mantido informalmente por quase 20 ANOS…

Eu falei que podia não te interessar!

Mas não deixa de ser interessante.

© Rubens Spanier Amador é jornalista.

Facebook do autor | E-mail: rubens.amador@yahoo.com.br

Auditores federais concluem que prefeitura falhou no caso dos exames de pré-câncer

Share:

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.