Deterioração das contas fez Leite postergar pagamento de salários

Gaúcha ZH registra: Com a deterioração das finanças do Estado no mês de junho, o governo Eduardo Leite se viu obrigado postegar para 10 de junho o início do pagamento dos contracheques do Executivo e a alterar a forma como os depósitos vinham sendo feitos até então — medida de risco, capaz de gerar ruídos e desgaste político ao governador.

Na campanha eleitoral, Leite disse que não parcelaria salários.

Nos bastidores, não está descartada a possibilidade de que os depósitos salariais se arrastem agosto adentro, levando à sobreposição de duas folhas.

O cenário se agravou, segundo a Secretaria da Fazenda, porque em junho não há mais ingresso de IPVA em caixa. Com isso, a arrecadação do Estado caiu cerca de R$ 250 milhões em relação a maio.

CONFIRA O CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DA FOLHA DE JUNHO DO EXECUTIVO

Dia 10: serão pagos os salários de quem ganha até R$ 1,1 mil líquido
Dia 11: serão pagos os salários de quem ganha até R$ 2 mil líquidos
Dia 12: serão pagos os salários de quem ganha até R$ 3,5 mil líquidos
Dia 15: serão pagos os salários de quem ganha até R$ 4 mil líquidos

Até aí, 72% da folha estará quitada. 

Quem ganha acima de R$ 4 mil líquidos, receberá parcelado: 

Dia 15: primeira parcela, de R$ 1,5 mil
Dia 16: segunda parcela, de R$ 2 mil
Dia 23: terceira, parcela de R$ 1 mil

Isso vai completar 77% do folha. 

E o restante? 

A Secretaria da Fazenda deve divulgar mais um calendário no dia 15. Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, da Rádio Gaúcha, o secretário Marco Aurelio Cardoso disse que trabalha com a meta de concluir o pagamento ainda no mês de julho. Mas, nos bastidores, não está descartada a hipótese de que o cronograma avance sobre o mês de agosto.

O Estado parcela ou atrasa a folha há quanto tempo?

São 43 meses de parcelamentos ou atrasos desde 2015, sendo 41 deles de forma consecutiva, desde fevereiro de 2016. 

Mais em ZH.

CPERS pega no pé do governador

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.