Receptador é preso em flagrante no Fragata

Da Polícia Civil |

A Polícia Civil, na manhã de hoje, através do setor de investigações da 3ª DP de Pelotas, prendeu em flagrante V.V.V., de 58 anos, no bairro Fragata. Ele estava em posse de um aparelho roubado há um ano.

A ação faz parte da Operação Fim da Linha, atuação continuada da 3ª Delegacia de Polícia, que visa coibir o comércio de produtos de origem criminosa.

De acordo com o Delegado titular da 3ª DP, Gustavo Pereira, os agentes identificaram o comprador do aparelho celular utilizando-se de diversas técnicas de investigação.

“O trabalho continuado no combate a este tipo de crime é importante já que o delito antecedente só ocorre pois há o receptador ao final da cadeia criminosa. Ele se vale de preços atrativos para ter acesso a produtos com valores bem abaixo do mercado, sabendo que são advindos do crime”, relatou o Delegado.

O smartphone LG K10 tinha sido roubado um ano atrás, em Julho de 2018. Após os procedimentos de praxe, o indivíduo foi encaminhado ao Sistema Prisional.

A pessoa que compra celular sem procedência pode estar sujeita ao crime de receptação, com pena de reclusão de um a quatro anos e multa. Na forma qualificada, a reclusão é de três a oito anos mais multa.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.