Gabriella é a 1ª mulher transexual a ser homenageada como prenda em CTG

Gabriella e amigo

No ano em que o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) celebra os 50 anos da Ciranda de Prendas, Gabriella Meindrad, 32 anos, chega para marcar a história do tradicionalismo do Rio Grande do Sul. 

Ela é a primeira mulher transexual a ser homenageada como prenda.

O evento ocorreu no CTG Cancela da Tradição, pertencente À 10ª Região Tradicionalista (10ª RT), no município gaúcho de Mata. dia 30 passado.

A vivência tradicionalista de Gabriella foi no CTG Cancela da Fronteira, de São Vicente do Sul, sua cidade natal. Atualmente ela cursa Direito na Fadisma, em Santa Maria. Ela foi reconhecida como prenda, à época da sua atuação como 2º Peão da 10ªRT gestão 2003/2004.

“Inesperado e incrível este reconhecimento do MTG em que prevaleceu o respeito, a humanidade, a empatia e o amor. Entrei em contato há cerca de um ano perguntando sobre o posicionamento do movimento em relação a minha participação, e, felizmente, o departamento jurídico me respondeu com todo acolhimento e carinho, mesmo jamais imaginando. Podemos dizer, sim, que o movimento é tradicional, que pode haver preconceito de algumas pessoas, mas os valores dos realmente tradicionalistas, serão sempre de acolhimento, respeito e amizade. Esperei 25 anos por este momento. Ainda lembro a primeira vez que fui no CTG, e todo o encantamento que tive. Lembro do primeiro concurso, da primeira poesia, da primeira dança, dos sonhos que realizei. Sábado foi único e inesquecível. Revivi o Maurício vivendo a Gabriella que sempre fui”, orgulha-se.

Mais em Diário Santa Maria

CTG e LGBT

A causa LGBT deve uma medalha ao nosso Capitão Gay

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.