Bolsonaro defende trabalho infantil, mas não propõe descriminalização

Em live hoje no Facebook, Bolsonaro defendeu o trabalho infantil.

Ele disse não ter sido “prejudicado em nada” por ter colhido milho aos “nove, dez anos de idade” em uma fazenda de São Paulo, registra O Globo.

O presidente declarou, segundo o jornal, que “o trabalho dignifica o homem e a mulher, não interessa a idade”, mas acrescentou que não apresentaria nenhum projeto para descriminalizar a prática por saber que “seria massacrado”.

“Quando um moleque de nove, dez anos vai trabalhar em algum lugar tá cheio de gente aí ‘trabalho escravo, não sei o quê, trabalho infantil’. Agora, quando tá fumando um paralelepípedo de crack, ninguém fala nada”, disse Bolsonaro.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.