Paula ‘milagreira’

Em palestra na Associação Comercial, nesta quinta-feira (4), prefeita Paula definiu como “estarrecedor” o aumento dos gastos da prefeitura nos últimos anos, de 2016, último ano da gestão Leite, e todo o período de seu mandato.

“De 2016 para cá, as despesas com previdência, precatórios, folha de pagamento e iluminação pública aumentaram em R$ 100 milhões. Estamos arcando com um orçamento equivalente ao de Jaguarão, Sta Vitória do Palmar ou São Lourenço”, disse ela.

Disse mais:

“Estamos fazendo um milagre. É incrível que estejamos mantendo Pelotas em dia”.

Paula na reunião-almoço Tá Na Mesa, da ACP – Foto Igor Sobral

A palestra:

Com o tema ‘A Pelotas que estamos construindo’, Paula apresentou um compilado de números que, segundo ela, correspondem à realidade da administração pública.

“Somente com precatórios, previdência, folha de pagamento dos servidores e iluminação pública nos fizeram pagar R$ 100 milhões a mais por ano. Sem contar o pagamento de financiamentos, que também está aumentando. Isso é estarrecedor”.

Paula disse que com os R$ 100 milhões seria possível a construção de 100 unidades básicas de saúde ou 45 escolas.

“O déficit da previdência é um problema alarmante enfrentado por Pelotas e pela maioria dos municípios brasileiros. Em 2013, o Município gastava R$ 400 mil por mês; já neste ano, são mais de R$ 4,2 milhões desembolsados – o que gera um custo excedente de quase R$ 50 milhões à administração pública. É importante que todos  dominem este problema porque ele não é só do governo, mas de toda a cidade. Se não fizermos nada, o número vai seguir crescendo exponencialmente, o que afetará a vida de cada um de nós. Precisamos superá-lo coletivamente”.

“Já o estoque de precatórios – cerca de R$ 250 milhões, segundo maior problema, preocupa, já que Pelotas paga atualmente o dobro do que gastava com a dívida há três anos, e tem até 2024 para quitá-la”.

“Condenaram uma geração a pagar pela irresponsabilidade de outros governantes e pela omissão, por décadas, dos órgãos de controle. Isso é absolutamente injusto”. (a prefeita lembrou a magnitude de administrar o Município, que detém a maior rede de ensino da região – com 89 escolas e 31 mil alunos, oferecendo 7 milhões de refeições por ano) e serviço de saúde que realiza quase 2 milhões de atendimentos por ano, em 50 UBSs, UPA, UBAI e Pronto Socorro).

“Pelotas detém a maior rede de ensino da região (com 89 escolas e 31 mil alunos, oferecendo 7 milhões de refeições por ano) e serviço de saúde que realiza quase 2 milhões de atendimentos por ano (em 50 UBSs, UPA, UBAI e Pronto Socorro)”.

“Trabalhamos no incremento da receita sem aumentar tributos ou criar impostos. Com isso, a receita aumentou em R$ 20 milhões no ano passado e, nestes cinco primeiros meses, já foram R$ 17 milhões” (com o Nota Legal Pelotense, o Alvará Online e o Refis como iniciativas catalisadoras para o feito).

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.