Pedro Hallal: “Corte de cargos afeta consideravelmente a UFPel”

O corte de cargos nas universidades e institutos federais, determinado pelo governo federal, afeta ‘consideravelmente’ a UFPel, diz o reitor Pedro Hallal ao jornal, por whats.

Postos de direção, coordenações de cursos, funções gratificadas.

O reitor está em Brasília para tratar deste assunto, entre outros.

Cortes afetarão sobretudo funções gratificadas na UFPel

 

2 thoughts on “Pedro Hallal: “Corte de cargos afeta consideravelmente a UFPel”

  1. Pior do que os salários altos é a baixa produção de alguns cursos desses elefantes brancos. A UFPel tem hoje um custo médio de R$ 36.468 por aluno/ano (custo de universidade europeia), enquanto a Universidade de Lavras (que tem as maiores pesquisas na agricultura) tem custo de R$ 25.910, e na de Universidade de São Carlos, que tem diversas patentes nas áreas médica e odontológica. cada aluno custa R$ 32.762 em média. A UFPel tem hoje 1500 docentes e 1300 funcionários na ativa: será que precisa dessa gente toda, para produzir o que produz?

  2. Vem bem esses cortes, vamos investir em algo que realmente se faz necessário, muita gente mordendo dentro das universidades, não adianta querer ganhar salários de R$ 20.000,00 ou R$ 30.000,00 e depois sair para as ruas dizer que não tem dinheiro nem para pagar a conta de luz

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.