Indicadores criminais de Pelotas, segundo a prefeitura

Na tarde desta terça-feira (16), o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), do Pacto Pelotas pela Paz, apresentou a análise quantitativa dos crimes violentos.

Os números analisados pelo Observatório da Segurança Pública são baseados em dados fornecidos pelo 4º Batalhão de Polícia Militar, Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Instituto Médico Legal e 18ª Delegacia Regional de Polícia. 

Os únicos indicadores que apresentaram aumento foram os relacionados a crimes envolvendo residências. No primeiro semestre de 2018, foram registrados 40 roubos a residências, contra 43 no mesmo período de 2019. Já os furtos em residências passaram de 255 em 2018, para 285 em 2019. “Precisamos fortalecer o combate a esse tipo de crime. Está na hora de ver esses indicadores caírem”, pediu a chefe do Executivo.  

Variação dos indicadores em relação ao ano passado:

Crimes violentos | – 36%

Roubo a pedestre | – 19,4%

Roubo a estabelecimentos comerciais | – 34%

Roubo a transporte público | – 35%

Roubo de veículos | – 32%

Furto de veículos | – 24%

Roubo a residência | + 8%

Furto a residência | + 12%

Arma de fogo apreendida | – 6%

Crimes acumulados | – 15%

Pessoas presas | – 20%

*Números comparativos entre janeiro/junho de 2018 e janeiro/junho de 2019

O GGI

Fazem parte do Gabinete a Prefeitura, por meio das secretarias de Segurança Pública (SSP), Transporte e Trânsito (STT) e Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGCMU); o Comando Regional de Polícia Ostensiva Sul; o 4º Batalhão de Polícia Militar; o 3º Batalhão de Bombeiros Militar; a 2ª Companhia de Bombeiros Militar; o Instituto Geral de Perícias; o Foro de Pelotas; Polícia Civil; Consepro; Defensoria Pública; Guarda Municipal; Ordem dos Advogados do Brasil; 8ª Brigada de Infantaria Motorizada; Polícia Federal; 7ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal; Ministério Público; 5ª Delegacia Penitenciaria Regional; Susepe; Ministério Público; Judiciário e 3ª Companhia do Batalhão Ambiental da Brigada Militar.  

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.