Chuvas e temporais na mira do poder público

Do site da prefeitura | A previsão de mau tempo em praticamente todo o território gaúcho, à exceção do norte do Estado, pôs em estado de alerta as unidades da Defesa Civil. Em Pelotas, todos os núcleos estão de sobreaviso e as equipes prontas para ação, caso seja necessário.

Até o final da manhã desta terça-feira (23), embora a ocorrência de chuvas torrenciais nas últimas 24 horas, não havia registro de nenhum chamado de ajuda de parte da população.

O alerta foi emitido pela Defesa Civil do Estado, na segunda-feira (22), chamando a atenção para a possibilidade de ocorrências de chuvas intensas, raios, ventos, granizo e alagamentos no Sul, Campanha, Oeste, Centro e Leste do Rio Grande do Sul.

As informações foram prestadas pelo secretário executivo da Defesa Civil de Pelotas, João Artur Nascimento. Avaliando a situação local, ele atribui à eficiência do sistema de drenagem o fato de não haver significativos e duradouros alagamentos na cidade.

Acompanhe os números

O pluviômetro localizado na área central da cidade registrou 47 milímetros de chuva entre a manhã de segunda-feira (22) e desta terça-feira (23). Na segunda, 20 milímetros, na terça, 27 milímetros (até as 7h30min). Estes dados são informados pelo Sanep, que acompanha o volume das precipitações.

O Centro Agrometeorológico Embrapa/UFPel, campus universitário do Capão do Leão, registrou, naquele local, 40,5 milímetros de chuva, sendo 15,7 até as 21h de segunda-feira e 24,8 milímetros até as 9h desta terça. Comparando, não houve variação significativa de precipitações entre as áreas.

Medidas adotadas

Equipes do Sanep atuam ininterruptamente na tarefa de retirada de lixo das grades das casas de bombas, para evitar que o material sólido danifique o sistema. O controle das bombas também é permanente. O Município possui oito casas de bombas: Farroupilha, Castilhos, Leste, Olvebra, Anglo, Doquinhas, Simões Lopes e Pontal da Barra.

O Departamento de Drenagem informa que não houve registro de problemas de escoamento nos grandes canais de macrodrenagem. Todos vinham recebendo manutenção de acordo com o cronograma de limpeza de canais estabelecido pela autarquia. Desta forma, estavam preparados para volumes acentuados de chuva.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.