Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Pelotas & RS

Terreno onde será erguido o ‘Acqua Parque Una’ é motivo de litígio judicial

Publicado

on

O terreno onde a construtora Porto 5 pretende construir um prédio de apartamentos intitulado Acqua Parque Una, a ser lançado nesta quinta-feira (1), é motivo de litígio judicial desde 2017, conforme registra o site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, no processo 70076954668.

O litígio se refere à venda inicial do terreno pela empresa Emissoras Riograndendes Ltda. (Rádio Tupanci) à construtora Navarini. A venda posterior do terreno pela Navarini à Porto 5 não é objeto da ação.

Segundo o site do TJRS, em 2017 o escritório Añaña Advogados ingressou com uma ação, em nome de herdeiros do Espólio de Geraldo Henrique Loréa, um dos sócios-proprietários originais do terreno, no tempo em que pertencia à Rádio Tupanci.

A ação sustenta que o terreno foi vendido à construtora Navarini mediante fraude de um sócio da Tupanci contra a sociedade e pede a anulação do negócio.

A petição inicial mostra que o escritório Añaña foi contratado por Luiz Urbano de Oliveira Loréa, representante do Espólio de Geraldo Loréa, morto em 2006.

Na ação, o escritório sustenta o que denunciaram os herdeiros de Geraldo: que o terreno foi vendido para a construtora Navarini sem a anuência de todos os proprietários da Tupanci, burlando o Contrato Social original da empresa, que estabelecia aquela exigência.

A ação relata que o CS original teve a redação alterada e que o novo CS foi registrado com a falsificação de assinaturas dos sócios. O novo texto suprime a exigência legal do consentimento geral de todos os sócios para a transação, ao mesmo tempo que transfere todos os poderes para apenas um sócio.

O CS original estabelecia que “a alienação, a oneração ou a permuta de bens da sociedade dependerá sempre do consentimento expresso de todos os sócios”.

A nova redação ficou assim: “A Administração da Sociedade será exercida, isoladamente, pelo sócio Jorge Luis Ferreira Malhão”.

A ação revela que Malhão vendeu o terreno à Navarini, sem consultar os sócios. Feito o negócio, os herdeiros de Geraldo Loréa estranharam a alteração no Contrato Social, estranharam as assinaturas, e resolveram levar o caso à justiça.

O processo registra ainda que o sócio Jorge Malhão vendeu à vista o terreno à Navarini, pelo valor de R$ 1,7 milhão, metade do valor de mercado avaliado para o imóvel, de R$ 3,5 milhões.

O terreno em questão fica no bairro Cruzeiro do Sul, na Avenida Bento Gonçalves, 1932. Uma área de 21.837 metros quadrados, medindo 162,92 metros de frente para a Avenida BG por 108 metros de frente a fundos.

‘Acqua Parque Una’ não é um empreendimento do PARQUE UNA

Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Pelotas & RS

Idealiza vai construir mais 20 torres no Parque Una

Publicado

on

A Idealiza Cidades anunciou hoje que vai fazer mais 20 torres no Parque Una, além das 32 previstas há seis anos.

No total, serão 52.

Abaixo, a pedra fundamental da expansão do Una.

Continue Reading

Pelotas & RS

Vacinação nas UBSs da Colônia será por agendamento

Publicado

on

Nesta terça-feira (19), teve início a vacinação contra coronavírus para pessoas a partir de 15 anos, seguindo a nova logística da Prefeitura, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) localizadas na zona rural do Município.

A aplicação do imunizante, nesses locais, será por meio de agendamento com as equipes, em virtude da otimização dos frascos das vacinas e das longas distâncias até os postos da colônia.

A imunização na zona rural do Município não será por livre demanda, ou seja, cada Unidade irá se organizar, de acordo com o dia e horário, e agendar com as pessoas que se enquadram na faixa etária a ser vacinada, conforme explica a diretora de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Mariane Baltassare Laroque.

A aplicação das vacinas começou após a realização de capacitações na segunda-feira (18). A ação teve como objetivo preparar os profissionais para o processo, por meio de orientações quanto aos procedimentos que passam a ser adotados, bem como sobre a reorganização das equipes de trabalho e a nova dinâmica.

Assim como nas unidades localizadas na área urbana, as UBSs da colônia irão aplicar a primeira dose da vacina contra a Covid-19, de acordo com o imunizante disponível no momento e local, para adolescentes acima de 15 anos.

A segunda dose será com Astrazeneca e Pfizer. Por fim, a terceira dose, ou dose de reforço, destinada apenas aos idosos com 60 anos ou mais, que tenham completado seis meses desde a segunda aplicação, será a da Pfizer.

Continue Reading

Pandemia

Pelotas registra 107 novos casos de covid e duas mortes

Publicado

on

Pelotas registrou nesta terça, 19, 107 novos casos de covid-19 e duas mortes em decorrência da doença.

Infectados: idades entre 5 meses e 78 anos.

Mortes: Mulher de 86 anos e homem de 72 anos. A cidade soma, assim, 1168 mortes.

Até aqui são 47.470 casos de pessoas infectadas. 44.993 recuperados e 1.309 em isolamento.

Internações

65 pacientes (55,1% de ocupação de leitos).

14 em UTI ( 42,4% de ocupação).

51 em enfermaria (60% de ocupação).

Continue Reading

Em alta