PT fará reunião para analisar conduta do vereador Marcola

Marcola

A ausência do vereador Marcola, do PT, na sessão que votou e aprovou o Proppel, programa de parcerias entre a prefeitura e a iniciativa privada, causou estranheza nos círculos petistas, ao ponto de a Executiva do partido ter marcado reunião na próxima semana para analisar o comportamento de Marcola.

Após a reunião, a Executiva encaminhará o assunto ao Diretório Municipal, para que tome as medidas que julgar convenientes.

Embora alguns segmentos do partido não vejam na ausência do vereador nada que justifique medidas punitivas, como uma eventual expulsão do partido, nos grupos internos de WhatsApp a insatisfação dos petistas com o comportamento do colega é grande.

O PT se posicionou contra o Proppel, assim orientou seus vereadores.

Marcola deixou de comparecer à sessão, segundo ele, porque estava com indisposição gástrica, apresentando, por conta do problema de saúde, atestado médico de três dias, um deles dia da votação em que se fez ausente.

Câmara aprova projeto de PPPs

Vereadores não gostaram de post da colega Fernanda Miranda

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.