Está explicado, ao que parece, o por que do bate-boca da prefeita com moradora

À primeira vista parece explicado o destempero que afligiu a prefeita na quarta-feira passada, quando partiu para o bate-boca com uma moradora do Barro Duro.

O bate-boca, como ela contou, foi inédito, primeira vez em que se viu numa situação assim, pela qual lamentou, se disse arrependida e pediu desculpas, embora tenha observado que se sentiu agredida pela moradora.

Um outro fato – igualmente inédito – pode talvez explicar o motivo da irrupção das emoções no Barro Duro. Um fato pelo qual temia o funcionalismo. E que certamente estava inquietando a mente da prefeita.

Nesta segunda-feira (30), a prefeita (foto) chamou a direção do Sindicato dos Municipários (Simp) para comunicar que, sem dinheiro suficiente em caixa, vai ter de atrasar o salário de servidores. Um desgaste novo para ela como governante.

Para se ter ideia, o Simp já marcou assembleia da categoria, nesta semana, para discutir a possibilidade de greve.

No momento em que este texto é escrito, faltam informações suficientes para entender o caso, e se haverá solução possivel. Suspeita-se que o governo proporá a cobrança de uma taxa de iluminação.

Prefeitura vai atrasar salários

Municipários rechaçam atraso salarial e ameaçam com greve

A impaciência que explodiu no Barro Duro

1 thought on “Está explicado, ao que parece, o por que do bate-boca da prefeita com moradora

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.