“Vai dobrar número de vagas para tratamento de câncer”

É o que fiz a prefeitura. Leia abaixo:

A Prefeitura vai ampliar o número de atendimentos no tratamento oncológico, a partir de outubro.

Até o mês passado, eram liberadas mensalmente cerca de 30 novas vagas para tratamento quimioterápico e 40 para radioterapia.

No caso da quimioterapia, o número passará para 66 vagas, todas disponibilizadas pelo Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE/UFPel). Destas, 30 serão reservadas para mulheres com câncer de mama, principal tipo registrado na cidade, juntamente com o de próstata.

Na radioterapia, haverá um incremento de 48 atendimentos, passando para 88. Serão oferecidos pelo HE/UFPel 43 e pela Santa Casa 45 procedimentos.

“Sabemos da angústia dos pacientes e de seus familiares. A oncologia está entre as nossas principais prioridades, por isso o grande esforço para adquirir novas vagas e reduzir o tempo de espera dos pacientes”, afirmou a prefeita Paula Mascarenhas. 

A SMS aguarda agora a liberação, por parte da Santa Casa, da agenda dos novos pacientes quimioterápicos que poderão ser aceitos pelo hospital, o que pode ampliar o número de vagas para quimioterapia. Hoje, 144 pacientes aguardam para fazer quimioterapia e 143, radioterapia. A meta é regularizar a situação até o fim do ano. 

Segundo a titular da SMS, Roberta Paganini, a demanda reprimida existente hoje nasceu de questões técnicas, como o não funcionamento do aparelho de radioterapia do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE/UFPel), e financeiras, incluindo as dificuldades enfrentadas pela Santa Casa de Pelotas, que atrapalharam o fluxo de atendimento.

“Fizemos um esforço, junto com os prestadores do serviço, para ampliar o atendimento para que as pessoas possam ter acesso ao tratamento o mais rápido possível, beneficiando a população de Pelotas e região. Vamos ficar atentos a esta pauta, que é uma das prioridades da gestão”, afirma Roberta, lembrando que Pelotas é referência no tratamento oncológico para vários municípios da Zona Sul.

Contratualizações

Atualmente, o município possui mil consultas oncológicas mensais contratualizadas: 500 no HE/UFPel e 500 na Santa Casa.

Os pacientes são encaminhados ao serviço após consulta com especialista, que identifica a necessidade de tratamento oncológico. Depois da primeira consulta, marcada pela Secretaria de Saúde, o tratamento passa a ser gerido pelo hospital ao qual o usuário foi referenciado. 

Em breve, a Prefeitura vai realizar um mutirão para dar agilidade ao atendimento a pacientes oncológicos, com a avaliação de cada caso e encaminhamento feito por médico especializado. 

Mamografia

Em Pelotas, cerca de 640 mulheres aguardam a realização de exame de mamografia. O município contratualizou 800 exames, que serão realizados pela Beneficência Portuguesa e pelo Hospital Escola.

Durante o mês de outubro, considerado o mês da mulher, tanta a Beneficência quanto o HE/UFPel realizarão 20 mamografias por dia, o que deve atender toda a demanda reprimida.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.