Paula quer aprovar mais um imposto para sair da crise

A prefeita Paula Mascarenhas vai enviar à Câmara de Vereadores, ainda neste mês, um pacote de projetos de leis para tentar sair da crise e recuperar o caixa da prefeitura, hoje com um déficit de R$ 60 milhões, já atrasando salários de servidores.

Paula quer a aprovação de uma Taxa pela Iluminação Pública.

Quer também mexer nos vencimentos dos servidores, com um plano de carreira de professores e técnicos. E mais uma reforma no regime de Previdência do Município, o Prevpel.

Com o imposto de iluminação, a prefeita espera a injeção de pelo menos R$ 1 milhão extra por mês. A taxa prevê cobrança nas contas de luz conforme o nível de consumo residencial e comercial.

A prefeita reivindica o que chama de “pacto pela governabilidade” para sair da crise ou reduzir seus efeitos.

Segundo ela, a injeção de recursos do IPTU e do IPVA, no começo do próximo ano, devem ajudar, mas não será o bastante.

O presidente da Câmara, Fabrício Tavares (PSD), que em janeiro passado emprestou R$ 10 milhões da Câmara para a prefeitura, volta a oferecer ajuda: ele prometeu repassar à prefeitura parte do duodécimo da Casa.

4 thoughts on “Paula quer aprovar mais um imposto para sair da crise

  1. Eduardo deixou a prefeitura afundada em dívidas mascaradas e só agora Paula se deu conta. Foi por isso, supõe-se, que o senhor Cruz deixou de ser secretário, antes de tudo estourar.
    A má gestão de Paula faz com que, enquanto falta papel higiênico em algumas secretarias, outras fazem até camisetinha polo personalizada para secretário de segurança. Falta comunicação e pulso firme!

  2. A cidade está crescendo. Muitos loteamentos e moradias, muitos carros frota nova. Nessa visão, para quem entende de matemática, a arrecadação aumenta automaticamente sem elevar impostos. Acho que devem cuidar a administração da verba pública isso sim.

  3. Com essas medidas a Prefeita não só vai punir novamente os servidores bem como terá a revolta de toda população pelotense. Não é uma forma inteligente só aumentar impostos. Já estamos sobrecarregados com impostos, tributos em todas as esferas. Quanto aos vereadores, em sua maioria, não tem capacidade de ocupar uma cadeira no Legislativo. Se a forma de Legislar, que deveria ser para o bem do povo pelotense é ou será tentar agradar e salvar a prefeita, tenho certeza que seus nomes, mesmo que só haja uma tentativa, não serão esquecidos pelos pelotenses, nem falo nas próximas eleições. O que há na Prefeitura de Pelotas, é um absurdo no pagamento de incentivos a vários servidores E um número igualmente absurdo de CC’s. Inacreditável que se precise dar emprego para ter voto.

  4. Fizeram as obras faraônicas da Osório e a da Deodoro, sem necessidade, bastava usar asfalto de boa qualidade, e agora o barco ta afundando. Pra variar ela quer que o povo pague essa incompetência com aumento de imposto, mas essa dívida não é nossa. Os vereadores que fiquem ligados e não aprovem mais esse imposto, pois o ano que vem tem eleição, e não vamos esquecer quem votar contra a população pelotense !!!
    Pedro.

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.