Publicidade sem ‘utilidade pública’

Tentando enfrentar o problema de caixa, a prefeitura informou que está fazendo esforços para conter despesas, inclusive oferecendo prêmio de viagem a Gramado, com estadia, a servidores que mais economizarem.

Louvável!

Contudo, um setor – de Comunicação – não vem fazendo os esforços de contenção possíveis.

Os gastos em publicidade continuam fortes, mesmo que o critério de divulgação não seja a Utilidade Pública.

Por exemplo, a prefeitura tem veiculado semanalmente uma peça publicitária mostrando uma série de funcionários de campo do Sanep (um por vez, a cada anúncio), informando o que todos sabemos: “Que eles (funcionários) cuidam da limpeza e da desobstrução das redes de água”.

Não que o trabalho dos funcionários não seja importante. É importante. Mas o anúncio não se caracteriza pela Utilidade Pública.

Não que veículos não mereçam publicidade. Podem merecer. A mídia, no caso, é que está fora de foco.

Por exemplo, fosse uma campanha pela vacinação contra o Sarampo, haveria Utilidade Pública.

Campanha de vacinação do sarampo começa segunda

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.