Já há políticos querendo faturar vinda da Havan

Um empresário comenta com o site:

“Já têm pessoas na política querendo faturar os louros da vinda da Havan. Pessoas que nem sabem onde fica o Sindilojas e não têm ideia das mais de 36 horas de negociações durante as duas últimas semanas”.

Gente antiga e gente nova.

Quem merece reconhecimento de verdade

Pela vinda da Havan, Pelotas deve agradecer, inicialmente, ao trabalho de três pessoas, Eduardo Abreu, Gilberto Rossi e Leandro Cardozo.

Como dirigente do Jockey Club, Abreu trabalhou para trazer a loja para a área do hipódromo, onde ocupará uma parte por comodato, por 30 anos. Já Rossi e Leandro foram os corretores do negócio.

O Sindilojas (Sindicato do Comércio Varejista), presidido por Renzo Antonioli, também atuou decisivamente pela assinatura de um acordo em separado para o regime de trabalho dos comerciários da Havan, a exemplo do que já ocorre para o Shopping. O acordo foi assinado ontem, em conjunto com o Sindicato dos Empregados no Comércio (SecPel).

Já a prefeitura agilizou as licenças para o empreendimento.

Três pessoas foram decisivas para vinda da Havan na área do Jockey

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.