Marcola na marca do pênalti

Acusado de infidelidade partidária, vereador Marcos Ferreira, o Marcola, do PT, será motivo de reunião do diretório do partido na noite desta quinta-feira (24).

Marcola enfrenta um processo de expulsão depois de faltar à votação do Programa de Parcerias Público Privadas, o Proppel, submetido pela prefeitura à apreciação da Câmara.

O PT é contra PPPs e assim orientou o voto de sua bancada.

Marcola faltou á sessão, segundo ele, por motivo de saúde, uma indisposição gástrica.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.