Liminar cassa mandato de conselheiro tutelar

A Justiça cassou nesta quarta-feira (21) o mandato do conselheiro tutelar Luiz Eduardo Piva Duarte, mais votado na última eleição para o Conselho.

A decisão tem caráter liminar, ele pode recorrer.

A ação foi movida pela promotora Luciara Robe da Silveira, que o denunciou por propaganda irregular e transporte ilegal no dia da eleição.

Obreiro de igreja, Duarte recebeu 1.264 votos, mais que o dobro que o segundo colocado.

Prefeitura enfraquece papel do Conselho Tutelar e, por extensão, do Pacto da Paz

Prefeita diz que projeto de lei não enfraquece Conselho Tutelar

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.