‘Solução Dutra’

Lá atrás, o governo faturou a nomeação de Jairo Dutra para o cargo de secretário de Fazenda, informando que ele fora escolhido por mérito profissional, em seleção de currículo.

Como tudo em política é cálculo, hoje a gente entende que não poderia ter sido outro o critério de escolha de Jairo que não o “técnico”.

Nenhum político quereria a titularidade de uma pasta destinada a enfrentar o previsível rombo das contas, com atraso de salários de servidores.

O déficit orçamentário para 2020 é de R$ 63 milhões.

Jairo e Paula

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.