Justiça suspende posse de uma conselheira tutelar

O Ministério Público obteve uma liminar da 3ª Vara Cível, nesta quarta-feira (18), suspendendo a posse de Vânia Elisabete Brochado da Silva, eleita conselheira tutelar em outubro passado com 167 votos.

Por transporte de eleitores e propaganda irregular.

Mais sobre Conselho tutelar – AQUI.

Decisão do juiz Alexandre Moreno Lahude.

Vânia vai recorrer.

O MP ingressou, no total, com ações contra oito candidatos ao CT.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.