Connect with us

Pelotas & RS

Pelotas teve menor índice de reajuste do transporte público do RS, diz pref.

Publicado

on

Prefeitura divulgou a notícia abaixo:

Pelotas alcançou o menor índice de reajustes de tarifas do transporte coletivo urbano nos últimos quatro anos (de 2015 a 2019), conforme levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE) envolvendo 88 cidades. No período, a elevação das passagens na cidade foi de 34,55%, enquanto que, em outras cidades, ultrapassou a marca dos 74%. Em Porto Alegre, por exemplo, a majoração atingiu 44,6%.

“Elencamos como prioridade a qualificação do transporte público. A licitação trouxe mais conforto aos usuários, novos veículos, integração tarifária, mais qualidade para todo o sistema e, sobretudo, o controle total sobre as planilhas”, diz a prefeita Paula Mascarenhas. 

Na interpretação da prefeita, o importante é conseguir o objetivo de todo o gestor: “o equilíbrio entre o interesse do cidadão e a sustentabilidade do sistema”. Para Paula, a constatação do estudo realizado pelo Tribunal de Contas comprova “o respeito que temos pelos usuários. Fico muito feliz com o resultado”.

Para a análise do comportamento de variação tarifária de 2015 a 2019, o Tribunal considerou apenas municípios do Rio Grande do Sul com mais de 100 mil habitantes. No Estado, as passagens variam, em 2019, de R$ 4,80 a R$ 3,40, perfazendo a média de R$ 4,12. Pelotas está abaixo da média, praticando valores diferenciados: R$ 4,00 para pagamento em dinheiro e R$ 3,95 para usuários do cartão. 

A política do transporte público 

A Administração Municipal mantém um departamento específico para tratar do transporte público. “Exercemos, com zelo, pleno controle e acompanhamento do setor. A planilha de custos é clara, aberta e transparente. Desta forma, conseguimos chegar a cálculos que asseguram equilíbrio do Consórcio operador dos serviços e não penalizam os usuários”, informa o secretário de Trânsito e Transporte, Flávio Al-Alam. 

Publicidade

A diminuição do uso dos coletivos é um dos fatores apontados pelo TCE para justificar os aumentos de tarifas no Estado. Pelotas enfrenta a situação desde antes de 2015, quando foi licitada a operacionalidade dos serviços de transporte de passageiros na área urbana. Al-Alam comenta que há um cuidado especial, por meio do gerenciamento da quilometragem e dos horários, levando o Índice de Passageiros por Quilômetro (IPK) a não ser tão baixo quanto a queda de passageiros, evitando forte impacto ao setor. 

Ainda para minimizar a possibilidade de redução maior de usuários, a iniciativa da tarifa diferenciada para os 65% de passageiros que possuem cartão, com valor de R$ 0,05 a menos da praticada para o pagante com dinheiro, estimula a fidelidade e o hábito de uso dos ônibus, além de garantir agilidade no embarque e segurança. 

Tecnologia é aliada

A modernidade do transporte coletivo de Pelotas também é apontada como fator atrativo para o usuário. “O aplicativo CittaMobi, por exemplo, é moderno, confiável, evita perda de tempo e grandes esperas pelos ônibus nas paradas. O passageiro tem a informação precisa, com segurança, do horário em que o próximo ônibus e o seguinte chegarão ao ponto mais perto”, afirma o secretário. 

A padronização da frota, com GPS em todos os ônibus, bilhetagem eletrônica, câmeras de segurança, sistema de acessibilidade e recursos eletrônicos de controle foram conquistas de processo de licitação inédito, com contrato assinado em fevereiro de 2015 e início da operacionalização em 31 de julho de 2016. 

À época do então prefeito Eduardo Leite, hoje governador do Estado, a Administração Municipal empreendeu persistência para atingir os objetivos de regular direitos e deveres na área do transporte público. Três licitações não chegaram a termo. No quarto processo, houve êxito, e um consórcio integrado por antigas empresas do transporte urbano (Prati) foi o vencedor do certame. Como resultado vieram as mudanças, e o Município passou a exercer, de fato, controle total sobre o setor. 

Publicidade
Publicidade
Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Pandemia

Pelotas amplia idade para terceira dose contra covid

Pessoas com idade a partir de 50 anos que tenham recebido a segunda dose da vacina contra a Covid-19 há cinco meses poderão tomar a terceira dose a partir de segunda-feira (29)

Publicado

on

Pessoas com 50 anos ou mais, que tenham recebido a segunda dose do imunizante contra o coronavírus há cinco meses, poderão receber a terceira dose – ou dose de reforço – em Pelotas. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira (29), nos mais de 30 pontos de vacinação estabelecidos pela Prefeitura.

Os documentos que deverão ser apresentados no momento da aplicação são documento de identidade e Carteira de Vacinação, para comprovar as duas doses ou esquema vacinal completo, com cinco meses de intervalo desde a última aplicação. 

Fique atento à programação

– De segunda a sexta-feira 

* Em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) – das 8h30min às 11h – exceto as unidades sentinela (UBSs Salgado Filho, PAM Fragata e CSU Cruzeiro). 

* Nas UBSs Fraget, Lindoia e Porto – das 8h30min às 15h 

Publicidade

* No Laboratório Municipal – das 13h30min às 17h 

* No Shopping Pelotas, loja 40, das 17 às 21h 

– Aos sábados 

* Escola Estadual Coronel Pedro Osório – das 10 às 15h 

Confira os endereços dos pontos de vacinação 

Centro de Eventos – entrada pela avenida Pinheiro Machado, 3.390 

Escola Coronel Pedro Osório – rua General Osório, 818 – Centro 

Publicidade

Laboratório Municipal – rua Lobo da Costa, 1.774 – Centro 

Shopping Pelotas – avenida Ferreira Viana, 1.526 – Areal 

UBS Arco-Íris – avenida Pery Ribas, 523 – Três Vendas 

UBS Areal I – rua Apolinário de Porto Alegre, 290 – Areal 

UBS Areal Fundos – avenida Domingos José de Almeida, 4.265 – Areal 

UBS Barro Duro – praça Aratiba, 12 – Laranjal 

UBS Bom Jesus – avenida Itália, 350 – Areal 

Publicidade

UBS Caic – avenida Leopoldo Brod, 3.220 – Pestano 

UBS Cascata – estrada Cascatinha 1, s/n – 5º distrito 

UBS Cerrito Alegre – estrada Cerrito Alegre, s/n – 3º distrito 

UBS Cohab Guabiroba – rua Doutor Arnaldo da Silva Ferreira, 352 – Fragata 

UBAI Lindoia – avenida Ernani Osmar Blaas, 344 – Três Vendas 

UBS Cohab Pestano – avenida Leopoldo Brod, 2.297 – Pestano 

UBS Cohab Fragata – rua Paulo Simões Lopes, 230 

Publicidade

UBS Colônia Maciel – acesso Colônia Maciel, s/n – 8º distrito 

UBS Colônia Osório – 4º distrito 

UBS Colônia Triunfo – Colônia Triunfo, s/n – 8º distrito 

UBS Colônia Z-3 – rua Rafael Brusque, 147 – Laranjal 

UBS Corrientes – BR-116 

UBS Cordeiro de Farias – 5º distrito 

UBS CSU Areal – rua Guararapes, 50 A – Areal 

Publicidade

UBS Dom Pedro l – rua Ulisses Batinga, 749 – Fragata 

UBS Dunas – avenida Ulysses Silveira Guimarães (avenida Um), s/n – Areal 

UBS Fátima – rua Baldomero Trápaga, 480 – São Gonçalo 

UBS Fraget – rua Três, 81 – Vila Real/Fragata 

UBS Getúlio Vargas – rua Sete, 184 – Getúlio Vargas 

UBS Grupelli – 7º distrito 

UBS Jardim de Allah – avenida Fernando Osório, 7.430 – Centro 

Publicidade

UBS Laranjal – rua São Borja, 683 – Laranjal 

UBS Leocádia – rua David Canabarro, 890 – Areal 

UBS Monte Bonito – 9º distrito 

UBS Navegantes – rua Dona Darcy Vargas, 212 – Porto 

UBS Obelisco – rua Doutor Francisco Ribeiro Silva, 505 – Areal 

UBS Osório (Loteamento) – rua Barão de Mauá, 217 

UBS Pedreiras – 9º distrito 

Publicidade

UBS Posto Branco (anexo Vila Princesa) – Estrada Porto Alegre antiga, Granja Retiro, s/n 

UBS Porto/Puericultura – rua Doutor João Pessoa, 240 – Centro 

UBS Py Crespo – rua Marquês de Olinda, 1.291 – Três Vendas 

UBS Sanga Funda – avenida Engenheiro Ildefonso Simões Lopes, 5.025 – Três Vendas 

UBS Sansca/Vila Castilho – rua Doutor Amarante, 919 – Centro 

UBS Santa Silvana – Colônia Santa Silvana, s/n – 6º distrito

UBS Santa Terezinha – rua São Miguel, 5 – Três Vendas 

Publicidade

UBS Simões Lopes – avenida Viscondessa da Graça, 107 – Centro 

UBS Sítio Floresta – rua Ignácio Teixeira Machado, 299 – Sítio Floresta

UBS União de Bairros – rua 1, s/n – Loteamento dos Municipários 

UBS Vila Municipal – rua Luciano Galleti, 600 – Três Vendas 

UBS Vila Nova – 7º distrito – Vila Nova 

UBS Vila Princesa – rua Quatro, 3.205 – Três Vendas 

UBS Virgílio Costa – rua Epitácio Pessoa, 1.291 – Fragata 

Publicidade

Todos que optarem por realizar a vacinação no Shopping Pelotas estarão isentos do pagamento da taxa de estacionamento do local. A gratuidade será concedida a quem apresentar a carteira de vacinação. Além disso, quem comparecer para a vacina e adquirir um ingresso para o cinema, para aquela data, ganhará outro ingresso sem custo algum. 

Informações da SMS 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esclarece que, como regra, todas as vacinas recomendadas no Calendário Nacional de Vacinação podem ser aplicadas no mesmo dia. Sendo assim, não é mais preciso aguardar o intervalo mínimo de 14 dias entre a aplicação do imunizante contra a Covid-19 e qualquer outro do calendário. 

Importante relembrar que continua a orientação às pessoas que apresentarem sintomas gripais de não comparecer na data marcada. O mesmo vale para quem tiver positivado para o coronavírus. É necessário aguardar 30 dias do início dos sintomas para receber a aplicação.

Continue Reading

Pelotas & RS

Estado paga metade do 13º nesta segunda, 29

Publicado

on

O governo do Estado pagará na segunda-feira (29/22) a metade do 13º salário de 2021 dos servidores do Executivo, cuja parcela está estimada em R$ 700 milhões. Um total de 50% da remuneração líquida será creditado neste final de novembro e o restante do valor será depositado em 20 de dezembro, quitando a folha natalina. O pagamento em dia do 13º não ocorria no Estado desde 2015.

Com o depósito nas datas corretas, o Tesouro do Estado terá uma economia significativa em 2022, estimada em cerca de R$ 140 milhões que seriam decorrentes das indenizações pelo atraso aos servidores.

O pagamento foi viabilizado por uma série de reformas, contenção de gastos, modernização de receitas e uma gestão de fluxo de caixa que já haviam possibilitado o pagamento em dia da folha de cada mês desde novembro do ano passado e a quitação de três parcelas que ainda estavam pendentes do 13º de 2020.

O subsecretário do Tesouro do Estado, Bruno Jatene, explica que colocar o 13º em dia foi mais uma etapa de um conjunto de pagamentos que vinha sendo regularizado.

“Era um grande desafio, um esforço que envolveu diversas equipes do Tesouro do Estado, da arrecadação, do controle e de todos os órgãos, que têm dado importante contribuição ao controle de despesas”, disse Jatene.

O subsecretário lembra que ainda há grandes passivos a serem enfrentados pelo Estado, mas que o pagamento do 13º era uma das mais relevantes metas da gestão que agora se concretiza.

Publicidade

Continue Reading

Especial

Idealiza Cidades: Estância do Laranjal (6)

O episódio final sobre empreendimento da Idealiza previsto para o Balneário dos Prazeres, um lote de alto padrão + história e cultura

Publicado

on

Continue Reading



Publicidade
Publicidade

Mais lidas em três dias