Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Pelotas & RS

Município tem expectativa de zerar fila de espera para radioterapia em janeiro

Publicado

on

Do site da prefeitura |Pelotas vai começar 2020 atendendo toda a demanda de usuários que aguardam tratamento radioterápico através do Sistema Único de Saúde (SUS). A informação foi confirmada está semana pela Prefeitura, através da Secretaria de Saúde (SMS), que garantiu a liberação por parte dos hospitais contratualizados de 51 vagas para o procedimento, o que atende os 23 pacientes programados para janeiro. O município também zerou a demanda por consultas para cirurgias oncológicas.

Segundo a prefeita Paula Mascarenhas, estas são grandes notícias para a saúde de Pelotas, e mostram o resultado de um esforço coletivo das equipes da SMS e dos hospitais.

Até outubro, quando o Poder Público iniciou um trabalho que buscava dar vazão à demanda reprimida na área de oncologia, 143 pessoas aguardavam para iniciar a radioterapia, número que desde então vem caindo, chegando a zero a partir de janeiro. “É uma vitória construída a muitas mãos. Um esforço da Prefeitura, que ampliou o investimento, e também dos hospitais, que viram a importância da ação e colaboraram”, afirma a secretária de Saúde, Roberta Paganini.

Ainda no primeiro quadrimestre de 2020, a expectativa é de que o Município também acabe com a fila de espera por consultas com o médico oncoclínico, que é quem define o tipo de tratamento para cada paciente. Para janeiro, os hospitais contratados – Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE/UFPel) e Santa Casa – liberaram 73 novos atendimentos com este tipo de especialista, deixando outros 129 usuários no aguardo de agenda.

Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Pandemia

Caso de covid suspende eleição de presidente do Instituto João Simões Lopes Neto

Publicado

on

A eleição e posse do novo presidente do Instituto João Simões Lopes Neto, marcada para ocorrer ontem, sexta, 16, à noite, foi suspensa.

Um dos candidatos a presidir a Casa foi diagnosticado com covid-19.

João Simões Lopes Neto

Continue Reading

Pandemia

Prefeitura diz que houve erro no Painel Covid e que há menos internados

Publicado

on

Atualizado: 23h13

O painel com os dados da evolução da covid-19 em Pelotas, no site da prefeitura, informou neste sábado, 16, percentagens de ocupação de leitos superiores a 100%.

115.3% a ocupação geral e 130.6% nos leitos de UTI.

O Amigos perguntou à assessoria da prefeitura como explicava aquelas percentagens.

Segundo a prefeitura, “houve algum erro. Não sabemos ainda se foi erro de digitação ou erro no sistema. Estamos apurando e vai ser corrigido.”

A prefeitura diz também que “Pelotas tem 78 pessoas internadas, não 136, como informa o Painel. 16 pacientes em UTI e 62 em enfermaria.”

Confira abaixo as duas tabelas.

Continue Reading

Pandemia

Pelotas registra 66 novos casos de covid neste sábado

A ocupação geral de leitos, que estava em torno de 30%, estável, vem subindo crescentemente

Publicado

on

Atualizado: 22h39

Pelotas registrou neste sábado 66 casos novos de pessoas com covid-19.

36 mulheres e 30 homens, com idades entre três e 79 anos.

Mais cedo, segundo dados do Painel Covid, no site da prefeitura, a cidade tinha 136 internados: 25 em leitos de UTI (75.8% de ocupação) e 111 em enfermaria (130.6%). Mais tarde, a prefeitura, consultada, explicou que houve um erro no Painel.

“Pelotas tem 78 pessoas internadas (66,1% de ocupação), não 136, como informava inicialmente o Painel: 16 pacientes em UTI (48,5%) e 62 em enfermaria (72,9%)”, afirmou a assessoria de imprensa do Paço Municipal.

Em setembro, Pelotas se manteve com vinte e poucos casos novos ao dia. A ocupação geral de leitos, que estava em torno de 30%, estável, subiu em outubro. Ontem (15 de outubro) a ocupação estava em 65%. Hoje, 16, a ocupação está em 66,1%.

Ontem faleceu um rapaz de 37. E um de 20.

A prefeitura, consultada, respondeu:

“Nos últimos dias as internações estavam acima da verificada hoje, 66. Estávamos tendo em torno de 100 novos casos por dia. Mas a taxa de transmissão caiu. Chegou a estar em 1,4, caiu para manos de 1 e hoje está em 1,04. Ou seja, já estivemos em situação um pouco mais grave. Pelotas é o município da região que pratica ainda as maiores restrições. Todos os outros aderiram aos protocolos estaduais, que são mais flexíveis”.

Continue Reading

Em alta