JOJO RABBIT

Com merecidíssimas 6 indicações ao Oscar, Jojo Rabbit conquista ao contar a história de Johannes Betzler (Roman Griffin Davis), ou simplesmente, Jojo. Durante a Alemanha da Segunda Guerra Mundial, o jovem nazista de 10 anos tem Adolf Hitler (Taika Waititi) como seu amigo imaginário. Porém, quando ele descobre que uma garota judia está escondida no sótão de sua casa, passa a questionar todas as suas crenças.

Inspirado no livro de Christine Leunens, Jojo Rabbit é dirigido, roteirizado e estrelado por Taika Waititi, que acertou ao escolher o tom de sátira, inclusive em sua própria personificação de Hitler. Corajoso e intencionalmente exagerado, o longa aborda um tema polêmico e, por incrível que pareça, ainda atual.

Por meio de uma estética colorida, repleta de cores quentes e vivas, a narrativa transforma uma trama que teria tudo para ser de mau gosto em uma fábula emocionante. Com um design de produção impecável que recria a época de forma simbólica e delicada, a trilha sonora traz versões alemãs para clássicos do rock, como Beatles, e encerra com uma cena linda ao som de “Heroes” de David Bowie.

Com um excelente elenco de coadjuvantes, o filme rendeu uma das duas indicações ao Oscar para Scarlett Johansson. Aqui, a atriz interpreta a cativante e amorosa mãe do protagonista. Mesmo discordando do fanatismo, ela respeita a posição do filho, alertando sobre humanidade e o convívio com as diferenças. Aliás, Jojo aprenderá essa lição com Elsa, a judia vivida por Thomasin McKenzie, ao melhor estilo Anne Frank. Ainda no elenco, o ótimo Sam Rockwell interpreta o capitão Klenderdof, Rebel Wilson a instrutora Fraulein Rahm e o carismático Archie Yates é Yorkie, o melhor amigo de Jojo.

Confirmando o talento de Taika Waititi, Jojo Rabbit mantém o equilíbrio entre comédia, tragédia e drama em um dos melhores filmes da temporada. Divertido, é um filme para rir, mas também para refletir.

Déborah Schmidt é formada em administração.

Facebook da autora

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.