Marchand, ex-PSL, vai se filiar ao MDB

 

Marco Marchand, ex-PSL, vai se filiar ao MDB.

O empresário e professor concorreu a deputado federal pelo PSL em 2018 (fiou com a segunda suplência, 22.018 votos), defendendo a pauta conservadora identificada com os valores da chamada direita. Por isso, sua decisão de filiar-se ao MDB provocou alguma surpresa.

Ele divulgou uma nota sobre o assunto:

“Sufocar o diálogo e ignorar a força do atual oponente é como caminhar para uma luta inglória.

Campanha sem estratégia e sem tempo de televisão contra uma super máquina eleitoreira é utópica, eu já vivi isso em 2016, precisamos condições mínimas para alçar chances reais.

Outro fator importante é termos a consciência que raivas e radicalidades não nos levam a lugar algum, afinal, o desenvolvimento, a escola e os hospitais são para todos, assim como tudo que provém do estado.

É necessário desacelerar essa guerra de ideologias, um ódio entre pessoas da mesma nação.

Recebo críticas de pessoas que se colocam como fiéis aos preceitos de direita, que deveriam lembrar que, estrategicamente, o atual governo federal levou ao primeiro escalão ministros de diversas vertentes partidárias, como MDB, DEM entre outros.

Aceito com naturalidade a todas as críticas, mas hoje li que as velas devem ser ajustadas conforme a tempestade, Já fui tolhido em um partido por denunciar e comprovar todas às irregularidades, se queremos um mundo melhor, devemos começar combatendo a corrupção no próprio meio em que vivemos, nunca esperem menos que isso de mim, assim como nunca esperem um partido puro, pois lembrem-se, os partidos são feitos por pessoas, e nem todo contingente é feito por pessoas do bem”.

PSL com Paula; Marchand, ex-PSL, com MDB

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.