Decisão do Ministério Público aproxima Marchand da Câmara Federal

O Ministério Público Eleitoral deu provimento à ação judicial movida por Marco Marchand, pleiteando a cassação do mandato do deputado federal Nereu Crispim, do PSL, por irregularidades nas contas de campanha eleitoral.

O parecer do MPE será julgado agora pelo STF, com relatoria do ministro Luis Barroso. Se o parecer for acolhido pelo STF, Crispim perde o mandato e Marchand, hoje na condição de primeiro suplente, assume vaga na Câmara Federal, no lugar de Crispim.

Na eleição a deputado, concorrendo pelo PSL, Marchand ficou como segundo suplente geral. Com a ida de Onix Lorenzoni para o governo federal, o primeiro suplente Crispim assumiu a vaga de Onix na Câmara de Deputados e Marchand se tornou o primeiro suplente no lugar de Crispim.

Se Crispim perder o mandato, Marchand fica apto a assumir como deputado federal.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.