Conflito entre David e Golias. Por Neiff Satte Alam

Uma guerra silenciosa entre dois seres que disputam neste momento a hegemonia no Planeta; um conflito onde um ser é invisível aos olhos do outro e é tão simples estruturalmente, quimicamente e geneticamente, que não passa, não mal comparando, a um pendrive (o vírus) em relação a um computador de última geração (o homem). Um verdadeiro conflito entre David e Golias, onde o David atual tem mais vantagens em relação ao Golias!

O vírus, qualquer um, constitui-se em uma informação encapsulada em uma camada lipoprotéica, sendo, esta informação, codificada em uma fita de nucleotídeos (DNA ou RNA), que só pode ser decodificada em uma célula hospedeira, portanto em outro ser vivo. Há necessidade de compatibilidade entre parasita e hospedeiro, portanto só haverá efeito patogênico se o material genético do Vírus encontrar condições ideais de sua reprodução utilizando a matéria prima da célula hospedeira, que é o caso do Corona vírus, que está desencadeando esta pandemia atualmente.

Controlar a expansão deste vírus se constitui em um conjunto de medidas associadas a relações de suscetibilidade/resistência do hospedeiro, pois, em razão de exaptações possíveis, devem existir pessoas com natural resistência a este vírus, outras medidas se constituem em busca de soro antiviral específico e vacina, que levam algum tempo até serem conseguidos, mas tem que haver esforço gigante e com contribuição de todos os laboratórios de pesquisa do mundo; prevenção através de todo este conjunto de ações, já devidamente disponibilizadas nos meios de comunicação.

Por outro lado, é fundamental que se reconheça um processo natural de luta entre espécies na busca de domínio e/ou sobrevivência de uma sobre a outra. A inteligência humana já mostrou capacidade de vencer inúmeros conflitos desta natureza, mas sempre com muitas baixas. Hoje temos tecnologia suficiente para vencer mais esta luta, desde que a humanização mostre sua face superior a simples hominização e que todos os homens do planeta Terra sejam colocadas no mesmo grau de importância e, principalmente que não tenhamos uma demonstração de uma ciência voltada a poucos, em detrimento de uma maioria que historicamente vem se submetendo a uma “ciência sem rosto”, que privilegia uns poucos, pois esta pandemia não escolhe raça, status social ou país.

Estamos frente, portanto, a uma necessária união planetária contra um inimigo comum, que não tem fronteiras geográficas de qualquer natureza que possa impedir o avanço do inimigo; contra o qual não temos nem uma arma em nossos arsenais militares para Contê-lo; que não respeita regras, leis ou quaisquer outras determinações humanas.

A única lei em questão é a que está contida nos princípios da Evolução neodarwiniana, isto é, seremos capazes de vencer esta luta pela sobrevivência da espécie humana, mais uma vez posta em perigo?

Só a consciência planetária do Homem e um esforço além de nossa imaginação, com muita inspiração e transpiração, poderá responder a esta pergunta!

© Neiff Satte Alam é professor Universitário Aposentado – UFPEL Biólogo e Especialista em Informática na Educação

Facebook do autor

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.