Uma cena em tempos de epidemia

Um amigo do Amigos mandou a mensagem abaixo, há pouco:

Vou te contar uma passagem do dia de hj …

Pela manhã, passou um mendigo mexendo nos lixos e juntando plásticos. Carregava duas bolsas imensas, penduradas em um cabo de vassoura, uma na frente e outra atrás, em balanço no ombro esquerdo.

Fiquei cuidando…

Como não achou nada na minha lixeira, balançou a cabeça e saiu a passos.

Aquela visão mexeu comigo.

Quando ele já estava a meia quadra de distância, gritei, diz ele voltar, dei uma grana a ele, e ficamos os dois, com os braços ao alto, gritando Glória, Glória, ao Senhor, me senti o legítimo Pastor ..

Tudo em nome de Jesus …

Não anda fácil para ninguém.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.