Mandetta: ‘Não é hora de carreatas’

Ao fazer o balanço dos 30 dias da Covid-19 no Brasil, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, insistiu na necessidade de o brasileiro ficar em quarentena, opondo-se ao presidente Bolsonaro.

Mandetta disse: “NÃO É HORA DE CARREATAS”.

O Brasil acumula 114 mortes e quase 4.000 casos de coronavírus.

Para Mandetta, as medidas de isolamento adotadas têm dado certo, porque a menos circulação de pessoas e trânsito diminuem acidentes e abrem vagas nas UTIs. “A gente deve ficar em casa, parado, até que o poder público consiga colocar os equipamentos na mão dos profissionais que precisam”.

“Porque se a gente sair andando todo mundo de uma vez vai faltar para o rico, para o pobre, para o dono da empresa, para o dono do botequim, para o dono de todo mundo. Nós precisamos ter racionalidade e não nos mover por impulso neste momento. Nós vamos nos mover, como eu disse desde o princípio, vamos nos mover pela ciência e pela parte técnica, com planejamento. Pensando em todos os cenários quando a gente fala de colapso, de sobrecarga, ou de sobreuso no sistema. A gente está falando disso”, disse Mandetta.

1 thought on “Mandetta: ‘Não é hora de carreatas’

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.