Atualizada: Trump desiste de quarentena compulsória do estado de Nova York

O presidente Donald Trump disse, neste sábado 28, que cogitava colocar o estado de Nova York – o mais atingido nos Estados Unidos pela pandemia de coronavírus – em quarentena compulsória, para evitar que seus moradores espalhem o vírus para outras partes do país.

“Existe a possibilidade de que, em algum momento de hoje, façamos uma quarentena – de curto prazo, duas semanas – em Nova York, provavelmente em Nova Jersey, em certas partes de Connecticut”, disse o presidente ao deixar a Casa Branca.

A medida teria o objetivo restringir os deslocamentos de moradores de uma das regiões mais populosas do país para outras partes dos Estados Unidos, especialmente o estado do sul da Flórida, que é popular entre os nova-iorquinos no inverno.

“Porque estão tendo problemas na Flórida. Muitos nova-iorquinos estão descendo (para a Flórida). Não queremos isso. Fortemente infectados”, disse Trump.

Mudou de ideia um dia depois, neste domingo, 29.

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.