Pelotas mantém o registro de dois casos confirmados para o novo coronavírus

O Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) divulgou nesta segunda-feira (30) novos resultados. Do total de registros feitos, 99 casos foram descartados, até agora, após a contraprova do Lacen/RS. Doze amostras continuam em análise no laboratório (imagem em anexo).
Até terça-feira (24), 113 notificações de suspeitas de Covid-19 haviam sido registradas pela Secretaria de Saúde da cidade – esse número não deve sofrer grandes alterações em função da mudança no protocolo para exames, anunciada pelo governo do RS, que determina que apenas os casos mais graves sejam analisados.

ConfirmadosOs dois casos confirmados são de uma mulher e um homem, idosos, que não adquiriram a doença em Pelotas. A mulher permanece em isolamento domiciliar e passa bem. O homem foi encaminhado a um hospital privado de Porto Alegre.
O primeiro caso de Covid-19 na cidade foi informado pela prefeita Paula Mascarenhas na quarta-feira (25), em coletiva de imprensa online, realizada através dos canais oficiais da Prefeitura nas redes sociais. No dia seguinte, quinta-feira (26), o Lacen/RS confirmou o segundo.
Casos notificadosEntre os 113 casos notificados à SMS, 62 referem-se a mulheres com faixa etária entre 8 e 71 anos, e 51 são de homens com idades que variam entre 6 e 87 anos.
Os registros são referentes a pessoas que viajaram ou mantiveram contato com outras que viajaram para países ou cidades com surto ou transmissão comunitária confirmada – o que não é o caso de Pelotas, que ainda pode rastrear a origem do caso verificado.
Entre os países de origem dos casos suspeitos estão Panamá, Colômbia, Portugal, Alemanha, Itália, Estados Unidos e Uruguai, além das cidades do Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Brasília (DF), Porto Alegre (RS) e Bagé (RS).
Protocolo de examesA SMS destaca, contudo, que todas as amostras de suspeitas coletadas antes da mudança nos protocolos – a partir de agora serão testadas apenas pessoas que apresentem sintomas gripais graves e que estejam hospitalizadas -, estabelecidas pelo Estado via decreto na terça-feira (24), já foram enviadas para avaliação do Lacen/RS. Por esse motivo, de agora em diante, a expectativa é de que o número de notificações não sofra alteração significativa.
Devido à grande demanda observada em todo o estado, os laudos do Lacen/RS estão levando mais do que as 48 horas padrão.

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.