E Mandetta, cheio, lascou o ‘Mito da Caverna’

Mandetta estava cheio…

Passou o dia sendo demitido…

Quando chegou à coletiva, desabafou com ironia.

Entre outras coisas, disse que, desde os 14 anos, lê o “livro” Mito da Caverna…, de Platão, e não entende…

Estranho ele dizer isso, por dois motivos.

1) Porque não existe um “livro” chamado “Mito da Caverna”. O que existe é um trecho curto com esse nome dentro de um livro com outro nome, “A República”, de Platão.

2) Estranho dizer que leu diversas vezes ao longo da vida e que nunca consegue entender, porque não é um texto difícil.

Provável que Mito da Caverna seja o apelido com que ele e sua equipe chamem o presidente Bolsonaro.

A teoria do apelido ganha força porque Osmar Terra é chamado no Ministério da Saúde de “Osmar Treva”.

Parece que gostam de apelidos no Ministério e que Bolsonaro, o Mito, ganhou um mais completo: Mito da Caverna.

© Rubens Spanier Amador, jornalista, editor

Facebook do autor

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.