Hospitais se organizam com prefeitura para receber pacientes

Gestores e representantes dos sete hospitais da cidade, Pronto Socorro e Secretaria Municipal de Saúde discutiram na tarde desta segunda-feira (6) formas de planejar e estruturar as instituições para o atendimento de possíveis pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Entre os assuntos, a possível criação de um grupo para gerir a escala conjunta de profissionais que irão trabalhar nas redes pública e privada durante a pandemia.

A prefeitura quer saber como cada instituição se propõe a realizar o atendimento dos pacientes diante da expansão do contágio do vírus.

“A nossa ideia, pelo menos no início, é separar os hospitais conforme o atendimento a ser prestado àqueles que irão receber pacientes Covid-16 e aos que irão manter os demais serviços, mas isso depende da capacidade de cada instituição”, explicou a prefeita. 

Paula destacou que o Município não está preocupado apenas com os contaminados pelo coronavírus, mas também com os acometidos por outras doenças que precisam seguir tratamento e com aqueles que ficarem doentes neste período.

O Hospital Escola da UFPel e o Centro de Atendimento a Síndromes Gripais, que ainda não entrou em funcionamento, já são apontados como referências na rede pública para a internação de pacientes com o novo coronavírus. 

Os gestores também discutiram a forma de pagamento das Autorizações de Internação Hospitalar, que podem ser geradas no possível atendimento de pacientes SUS na rede privada.

Equipes

Outro ponto estudado pelo grupo é a necessidade de se criar uma comissão para gerir a escala de profissionais.

“Precisamos organizar as equipes para termos gente suficiente para a demanda que está por vir e também para evitar que esses profissionais levem o vírus de uma unidade de saúde para a outra”, explicou a secretária de Saúde, Roberta Paganini.

A secretária lembrou que o Município quer disponibilizar testes rápidos para esses profissionais, para que sejam monitorados de forma mais ágil e evitem o contágio entre colegas e pacientes.

A prefeita informou que uma primeira turma de médicos, enfermeiros e assistentes de enfermagem, além de servidores da área administrativa, deve ser chamada para compor a escala no Centro de Atendimento a Síndromes Gripais ainda essa semana.

A previsão é de que o grupo de gestores hospitalares volte a se reunir com a prefeita ainda essa semana.

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.