Renzo, do Sindilojas, teme fechamento de 40% do comércio

Renzo Antonioli, presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas), diz que crise pode resultar no fechamento de 40% das indústrias de confecção e comércio na cidade.

“É o que acontecerá se o comércio só voltar à atividade em junho”.

Diz também que os lojistas têm recorrido ao e-commerce, mas as vendas não superam 10% do vendido presencialmente.

“Não estou contestando decisões oficiais, nem ignorando o perigo de vírus, mas retratando um cenário realista”.

Demissões

Renzo diz que, antes de demitir, os comerciantes tem recorrido ao recurso de conceder férias coletivas, férias individuais ou manter os salários.

“As férias são 30 dias; depois, com o comércio fechado, a única saída é demitir! O governador lançou programas para manutenção dos empregos. Mas também vai depender da capacidade financeira de quem vier a aderir a esse programa”.

‘Previsão de 700 demitidos no comércio até dia 20’, diz presidente do Sindilojas

1 thought on “Renzo, do Sindilojas, teme fechamento de 40% do comércio

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.