Brigada leva doações ao segundo município gaúcho mais atingido pelo covid-19

Atrás apenas de Porto Alegre em confirmações de contaminação pelo novo coronavírus, Bagé contabilizava 24 casos da Covid-19 até a noite desta segunda-feira, 6 de abril.

Para conter o avanço da doença, a cidade implementa medidas restritivas de circulação, reforçando o sistema de saúde e protegendo os profissionais que não podem parar neste momento, como os agentes da segurança pública.

Para chegar até eles, e na velocidade que o momento exige, um avião da Brigada Militar pousou no aeroporto da cidade, no fim da tarde desta segunda (6), levando equipamentos de proteção individual (EPI). As doações são resultado da união solidária de empresários gaúchos.

A aeronave do Batalhão de Aviação da Brigada Militar levou, para os policiais em Bagé, 50 litros de álcool em gel, adquiridos pelo Departamento de Logística e Patrimônio da Brigada, e 270 escudos faciais de acrílico para prevenção contra coronavírus, doados por empresas da Serra.

Para confeccionar os EPIs, as empresas pararam a linha de produção tradicional para dedicar a fabricação à montagem de equipamentos de segurança para os policiais.

Empresas e entidades que participaram do mutirão de solidariedade neste momento de escassez de materiais de proteção foram New Tech Company, Grendene, Zextec, UCS, LineForm, Sulpet Plásticos, Simplás, Lamina, Sulmax, Raskalo, Plásticos Itália, Bigfer, Multinova, 3D Impressos, Projeto Hígia, Lions Clube, Instituto Cultural Floresta, Mercur, RMR Plásticos, Donna Faé Imobiliária Premium, Trombini, Sorvelândia, Supriserra, e Fetransul.

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.