‘Estão menosprezando a cloroquina’

O site conversou com um profissional da área química.

Ele acredita que estão menosprezando a cloroquina.

Veja abaixo.

“Muitos remédios totalmente aprovados e usados NEM SEMPRE curam.

Diabéticos tomando remédios morrem, deprimidos se suicidam, pessoas com infeção morrem mesmo tomando antibióticos e por aí vai.

Remédios são uma parte da solução. Não são solução sempre.

Vida, saúde ainda têm muitas perguntas, algumas respostas e muitas dúvidas.

Nem por isso os antibióticos, antidepressivos, antidiabéticos são que questionados. A régua deve ser igual. Não dois pesos, duas medidas.

Falam que a cloroquina causa efeitos colaterais. Efeitos em 5 dias de uso? Em 10 dias de uso?

A droga era de venda livre há apenas duas semanas!

Era e é largamente utilizada na artrite reumatóide por pelo menos seis meses, usada largamente no lupus e outras doenças auto-imunes, como a malária … De repente passou a ser perigosa.

Só agora falam de efeitos colaterais!

Qualquer remédio tem efeitos colaterais. É só ler a bula. Nem por isso deixamos de usar.

Como dizia o grande Paracelso, há 500 anos: a diferença entre o remédio e o veneno é a dose.

Não entendo por que (e a quem interessa) passar pânico!

Imagina como ficam agora as pessoas que tomam (tomavam) a cloroquina para tratar suas doenças? Estão em pânico absoluto!”

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.