Site da prefeitura e da Aliança Pelotas centraliza doações

O site Pelotas Pela Vida – http://www.pelotaspelavida.com.br/ – foi lançado nesta sexta-feira (17), pela Prefeitura de Pelotas em parceria com a Aliança Pelotas, para centralizar e organizar as doações que o Município vem recebendo de empresas, entidades e cidadãos, que ajudam, com sua solidariedade, no enfrentamento da pandemia causada pelo novo coronavírus.

As secretarias de Saúde (SMS) e Assistência Social (SAS) distribuirão os produtos destinados aos hospitais, e alimentos e material de higiene para as famílias em situação socioeconômica crítica da cidade.

 “As pessoas que queiram colaborar com o combate ao novo coronavírus, podem acessar o site Pelotas Pela Vida e visualizar o que o município precisa nesse momento, e, lá mesmo, fazer a sua doação”, explica a prefeita Paula Mascarenhas.

A ferramenta de doação utilizada no site se chama Uhuuu, da empresa 4All, com sede em Porto Alegre, e que possui uma filial no Pelotas Parque Tecnológico. O dinheiro arrecadado será encaminhado ao CNPJ e à conta bancária da Aliança Pelotas, que fará a compra e o repasse dos itens necessários para a Prefeitura.

Prestação de contas

A prestação de contas ocorrerá no próprio endereço eletrônico, no qual o cidadão poderá visualizar onde o dinheiro recebido foi investido. No momento de doar, há a opção de escolher “Doar Insumos” ou “Doar Valor”. Cada modalidade leva para uma página de contato com uma das secretarias, a fim de combinar a doação de insumos ou materiais, ou à opção de fazê-la em dinheiro. É preciso preencher os dados pessoais, inserindo nome, telefone e e-mail, a fim de que seja possível acompanhar a comprovação de todas as transações efetuadas com as quantias.

“A Aliança Pelotas, em nome da classe empresarial, coopera para que Pelotas se estruture para enfrentar a pandemia, para que seja possível garantir atendimento de saúde. A transparência das doações será feita publicidade das notas fiscais, de entrada e saída dos valores doados, que ficarão disponíveis no próprio site”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, Gilmar Bazanella.

Sistema de Saúde

Pela internet, ainda é possível visualizar as necessidades do sistema de saúde, para estruturar os hospitais para que fiquem aptos a receber pacientes de Covid-19, doença causada pelo Sars-CoV-2.

O Hospital de Campanha do Ginásio do Sesi e o Centro de Atendimento a Síndromes Gripais, dois locais em montagem exclusivamente para atender um possível aumento dos casos da nova enfermidade em Pelotas, dependem ainda de contribuições da sociedade. Elas podem ser efetivadas pelo site: equipamentos e quantias monetárias. Itens de uso diário em hospitais, como sondas, tubos, seringas, máscaras, algodão, bandejas, fraldas, entre outros, entram nessa lista.

Outros artigos, como mamadeiras e leite em pó, sacos de lixo, álcool em gel e máscaras também são imprescindíveis. Os valores em dinheiro se reverterão, principalmente, em aquisição de maquinário hospitalar, destacando-se monitores multiparamétricos, que custam cerca de R$ 11 mil cada e são fundamentais ao Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE/UFPel).

Campanha assistencial

Doações a serem encaminhadas à assistência das famílias que passam por dificuldades financeiras, durante a pandemia, incluem alimentos e produtos de higiene. Feijão, arroz, fermento, chocolate em pó, óleo de cozinha, papel higiênico, detergente e desinfetante são exemplos. “Todo o material e o dinheiro arrecadado será muito bem usado para ajudar quem mais precisa. Se nos unirmos no combate ao coronavírus, vamos vencer mais rápido essa pandemia, e Pelotas voltará à sua vida normal, fortalecida”, sentenciou a prefeita.

Na cidade, há cerca de 28 mil famílias no Cadastro Único do governo federal, que recebem algum tipo de benefício de assistência social. Estima-se, no entanto, que, com a chegada da Covid-19, esse contingente que precisa de auxílio chegue a 40 mil núcleos familiares.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.