Leite: “Se não tivesse adotado distanciamento social, óbitos por Covid-19 chegariam a 354 dia 30”

O governador do estado, Eduardo Leite, que na semana passada transferiu a responsabilidade aos prefeitos – de decidir pela flexibilização das medidas de isolamento e abertura do comércio – disse hoje, em live:

“Como estamos preparando uma migração para um distanciamento controlado, cujas regras ainda estão sendo debatidas, dependemos da consolidação de dados de ocupação de leitos. As projeções são uma maneira de identificarmos todos os cenários possíveis para a evolução da Covid-19 no Estado. A projeção estima que, caso o Estado não tivesse adotado medidas de distanciamento social, o número de óbitos por Covid-19 chegaria a 354 no próximo dia 30 de abril. Com a adoção do isolamento social, esse número cai para 62 óbitos, e percebe-se, assim, a preservação de 292 vidas”.

EPIs

Ainda durante a transmissão ao vivo, anunciou a conclusão do processo de aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs), com investimento de cerca de R$ 32 milhões.

Além de 2.576 testes rápido para diagnóstico de coronavírus, o Estado comprou máscaras, luvas, álcool 70%, óculos protetores, termômetros clínicos, toucas cirúrgicas, aventais, sapatilhas (propés), macacões, botas de borracha, entre outros. Os materiais foram adquiridos via dispensa de licitação.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.