Diretor do Sírio Libanês defende uso obrigatório de máscara: ‘Protege a vida’

O diretor geral do hospital Sírio Libanês, Paulo Chapchap, em entrevista a O Globo, diz que temos de nos conformar, que a crise do coronavírus será longa e reforçou a necessidade de medidas de proteção, como a adoção do uso de máscaras.

“A máscara é o melhor caminho contra o novo coronavírus”.

Para o médico, o uso de máscara deveria ser uma política nacional. “Tem que ser obrigatório. É para proteger nossa vida, como cinto de segurança”.

“Se as pessoas não se conscientizarem da gravidade da pandemia e da responsabilidade que cada um tem de se proteger e aos outros, não há sistema de saúde do mundo que dê conta da sobrecarga”, afirmou.

Paulo comanda o Todos pela Saúde, que tem como objetivo alocar R$ 1 bilhão que o Itaú Unibanco doou para apoiar o SUS no combate à doença.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.