ISTO FOI INCRÍVEL !

De certa maneira, esta segunda-feira (4) foi um dia histórico na cidade.

Depois de 174 anos de existência da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas, prefeita Paula sancionou uma lei para declarar o que gerações sabem desde o tempo das carruagens: que o hospital, historicamente reconhecido como filantrópico, é mesmo de “utilidade pública“.

Paula e Tavares

A notícia foi divulgada pela prefeitura. Uma folha de papel para formalizar uma condição consagrada há mais de 100 anos, que nunca impediu o hospital de receber benefícios, recursos e isenções.

A prefeitura diz que, agora, a Sta Casa “ficará isenta da taxa de licenciamento ambiental e passará a ter acesso simplificado a doações da Receita Federal”. Ora, para isso, não precisava de nova lei declarando o óbvio, inclusive reconhecido em outras leis.

Sancionada ontem, a lei, nº 6.807, tem como autor o vereador Fabrício Tavares, hoje no PP, que, ato contínuo, divulgou o ato em postagem impulsionada no facebook, como um feito.

Tavares tem boa relação com o Paço. Coube a ele, quando presidente da Câmara, emprestar R$ 10 milhões, de um fundo destinado à sede própria do Legislativo, para que a prefeita pudesse pagar salários aos servidores. Os R$ 10 milhões ainda não foram devolvidos.

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.