BOLSONARO E INDUSTRIAIS PRESSIONAM SUPREMO PARA RETOMAR ECONOMIA

O presidente Bolsonaro levou uma comitiva de industriais e empresários para um encontro às pressas com o presidente do Supremo, Dias Toffoli, há pouco. Paulo Guedes foi junto.

O grupo pressionou o Supremo pela retomada das atividades produtivas, para evitar a quebradeira da economia.

Guedes, que teme o lockdown em decorrência da pandemia, disse que o País ainda apresenta sinais vitais, mas está no limite.

Guedes alertou que a indústria pode colapsar, e disse: “A economia pode se desintegrar, os empresários me deram o alerta, não estão segurando mais. Não podemos virar uma Venezuela”.

Toffoli sugeriu a criação de um comitê de crise e uma articulação com os governadores e prefeitos.

Segundo Bolsonaro, “os governadores foram longe demais nas medidas restritivas, autônomos perderam a renda e o desemprego cresce. Devemos nos preocupar com vida e com empregos”.

“Todos nós viemos aqui [STF] para o Brasil voltar a normalidade”, acrescentou.

A comitiva defende a flexibilização do isolamento social, contrariando a Organização Mundial da Saúde, que recomenda a quarentena.

Além disso, o Brasil está evoluindo para o auge da pandemia.

A reunião pegou de surpresa o presidente do Supremo, assim como a transmissão ao vivo do encontro por membros do Planalto. 

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.