Identificada mulher que deu bandeirada em jornalista

Encontraram a mulher que deu uma bandeirada na cabeça de uma repórter da Band.

Trata-se da servidora Angela Berger, e demonstra um raciocínio radical típico de um segmento que apoia o presidente.

Angela trabalha na Escola Nacional de Administração Pública, a Enap, orgão vinculado ao Ministério da Economia.

“Tô com medo de ser escrava de chinês. Tenho medo comunismo nos dominar. Muito medo’, afirmou à Folha, ao ser indagada sobre a agressão. Ela também insistiu que a bandeirada foi um acidente.

“Vejo notícias que estão vendendo as riquezas do Brasil. Que vêm um bando de chinês em setembro comprar tudo. Eu estou com medo. Fico em pânico. Ando depressiva. Nervosa. Nervos à flor da pele, eu quero que esses chineses comunistas saiam do Brasil”.


PUBLICIDADE (para visitar, clique na imagem)

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.