Bruno Covas admite ter medo de morrer durante pandemia do coronavírus

Bruno Covas enfrenta um câncer e apareceu a covid-19. Ele admitiu que tem medo de morrer. Mas fica mais tranquilo porque já estava em uma fase do tratamento que é menos prejudicial ao organismo e não debilita o sistema imunológico.

“Claro [que tenho medo de morrer]. Acho que todo mundo tem medo da morte. É um medo natural. O que me deixa menos preocupado é que o início da pandemia era exatamente o momento que eu estava saindo do tratamento quimioterápico e indo para o tratamento da imunoterapia. A quimioterapia baixa sua imunidade e deixa você no grupo de risco.”

O prefeito é submetido semanalmente a um acompanhamento que verifica qualquer alteração nos parâmetros de saúde. Mesmo com os cuidados, precisou adiar as agendas fora da prefeitura.

“Eu já estava com minha imunidade normal e, inclusive, autorizado a voltar a fazer agenda externa. Eu comemorei. Se pegar meu Instagram, tem um vídeo meu comemorando. Foi a semana que iniciou a quarentena aqui na cidade de São Paulo. O que me deixa menos preocupado é que desde o início desta pandemia eu tenho tido um acompanhamento semanal dos meus médicos e estou com meu sistema imunológico normalizado.”

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.