Pires deixa prefeitura, cotado para concorrer a vice de Paula

Escute a notícia

Henrique Pires não é mais assessor especial da prefeitura, exonerou-se nesta sexta-feira (29). Pires ocupou o cargo de confiança em 22 de janeiro passado, depois de deixar a polêmica Secretaria de Cultura do governo federal.

Prefeitura disse que Pires, ao sair agora do governo local, cumpre prazo da lei eleitoral, que exige a desincompatibilização de quem busca concorrer no próximo pleito municipal.

Henrique Pires, ex-secretário nacional de Cultura, assume vaga na prefeitura

Cogita-se que ele poderá concorrer a vice–prefeito, compondo com a prefeita Paula, que tentaria a reeleição.

Durante o período em que esteve na prefeitura, Pires foi guindado ao cargo de presidente do PSL pelotense, após entendimentos entre ele, Paula e o deputado federal Nereu Crispim, presidente do PSL no estado.

Em entrevista recente, Pires disse que o PSL possui um capital importante para ocupar a vaga de vice na chapa liderada pelos tucanos: o grande fundo partidário e o grande tempo de propaganda no rádio e na televisão.

Jair Bolsonaro se elegeu presidente pelo PSL. Eleito, deixou o partido para formar outro, o Aliança pelo Brasil.

PSL com Paula; Marchand, ex-PSL, com MDB

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.