Estado convoca 97 concursados para o Instituto-Geral de Perícias

O governo do Estado publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (18/6) o chamamento de 97 aprovados nos concursos 1 e 2/2017 do Instituto-Geral de Perícias (IGP).

De acordo com o calendário, foram convocados 30 peritos médico-legistas, 40 técnicos em perícias (áreas Radiologia e Ensino Médio) e 25 peritos criminais (áreas de Computação Forense, Engenharia Mecânica, Química/Engenharia Química, Biomedicina/Farmácia/Biologia, Psicologia, Engenharia Civil e Engenharia Elétrica). Também estão sendo convocados dois técnicos em perícias do cadastro reserva, remanescentes da primeira nomeação, totalizando 97 convocados.

“Esses agentes reforçam a segurança pública gaúcha e certamente contribuirão para que sigamos reduzindo índices de criminalidade, como temos observado no Estado”, afirmou o governador Eduardo Leite, ao anunciar a nomeação em transmissão ao vivo nesta quinta.

Os candidatos terão o prazo legal para apresentação dos documentos previstos em edital de convocação. A posse definitiva só será dada após o aval do Departamento de Perícia Médica e Saúde do Trabalhador (Dmest).

“As nomeações agregam ao corpo de profissionais do IGP, preenchendo vagas importantes para agilizar o trabalho da perícia gaúcha e melhorar o atendimento ao cidadão”, explicou a diretora do IGP, Heloísa Kuser.

Depois dessa etapa, inicia-se o curso de formação profissional, com duração prevista de 360 horas-aula, composto de três módulos: básico, específico e prático. Os tutores e docentes já foram selecionados por meio de processo seletivo.

Neste ano, em função das medidas de distanciamento social previstas em decreto do governo do Estado, o curso de formação do IGP utilizará uma plataforma virtual de sala de aula para todas as disciplinas teóricas.

Ao todo, o cronograma de chamamento prevê 170 vagas, sendo 45 para perito criminal, 80 para técnico em perícias e 45 para perito médico-legista. Além do chamamento desta quinta, estão previstas 38 nomeações para março de 2021 e 37 em março de 2022.

Considerando a projeção de aposentadorias e o chamamento de servidores, o quadro de peritos deve passar de 256 para 273 em três anos.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.