Gráfico que indica 4 mortes de covid em Pelotas não corresponde à realidade

Gráficos circulam nas redes sociais afirmando que o site Transparência Registro Civil registra quatro mortes por covid em Pelotas, dois homens e duas mulheres, no período de 16 março a 21 de junho.

Procurei a prefeitura para esclarecer a questão. Falei com a prefeita Paula.

A explicação:

“Os pacientes que morrem deixam o sistema de saúde na condição de suspeitos; suspeitos porque, na hora do registro do óbito no cartório, o exame para o vírus ainda não está pronto. Os registros em cartório são feitos antes do exame de detecção do vírus. Depois, quando sai o resultado confirmando ou negativando para covid, o dado inicial no cartório não é alterado – segue valendo o original. De verdade, Pelotas tem uma morte de local por covid, da mulher de 51 anos. Já o óbito do rapaz pernambucano, embora ele tenha falecido em Pelotas, não foi contabilizado localmente, pois o rapaz chegou doente à cidade. O protocolo formal determina que seja assim”.

Pelotas registra segunda morte por covid

A observação dos registros de cartório que estão circulando mostra outro ponto. Eles não dizem que as pessoas morreram de covid. Dizem que são suspeitas, porque o registro é feito antes do se ter o resultado do exame.

Veja abaixo os registros de cartório

R.C.L.

Homem, 34 anos, natural de Pernambuco, óbito em 08/05/2020 na UPA Areal. Causa da morte registrada no atestado de óbito: Suspeito de covid-19 aguardando resultado, com consequências de hipertensão arterial e diabetes tipo 2. Óbito registrado no Cartório Dunas Tabelionato de Notas e Registro Civil.

O exame para covid, posterior ao registro, confirmou que o rapaz morreu, de fato, da doença. Mas o óbito não foi computado em Pelotas.

M.M.C.

Mulher, 80 anos, óbito em 09/05/2020, no HE-UFPel. Causa da morte registrada no atestado de óbito: Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), suspeito de covid-19 aguardando resultado, cardiopatia isquêmica e hipertensão arterial. Óbito registrado na 1ª Zona Registro Civil Comarcas de Pelotas.

O exame revelou que a paciente não tinha covid.

C.M.L.

Mulher, 55 anos, óbito em 04/06/2020, no HE-UFPel.
Causa da morte registrada no atestado de óbito: Insuficiência respiratória aguda grave, causa a esclarecer, suspeita de covid-19.
Óbito registrado na 1ª Zona Registro Civil Comarcas de Pelotas.

O exame revelou que a paciente não tinha covid.

L.C.L

Homem, 81 anos, óbito em 17/06/2020, no HU-UCPel.
Causa da morte registrada no atestado de óbito: CIVD – sigla para a doença Coagulação Intravascular Disseminada
Óbito registrado na 1ª Zona Registro Civil Comarcas de Pelotas.

Aqui, segundo a prefeitura, houve uma confusão em quem interpretou como morte por covid. Porque a sigla CIVD, embora pareça com Covid, não é um erro de digitação. CIVD é outra doença. Não é COVID-19.

PS:

Nos registros de cartório que circulam, não aparece o caso da única vítima de covid-19 ocorrida de fato com um morador local, de uma mulher de 51 anos, neste sábado.

Rubens Spanier Amador é jornalista

Facebook do editor

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.